Cosme Rímoli Cebola fez o Palmeiras ser Palmeiras. Abel Ferreira muito perto

Cebola fez o Palmeiras ser Palmeiras. Abel Ferreira muito perto

Situação surreal. O auxiliar Andrey Lopes consegue a terceira vitória seguida, contra o Red Bull, em Bragança. E o criticado Abel Ferreira pode ser anunciado

  • Cosme Rímoli | Do R7

Cebola conseguiu fazer o Palmeiras jogar como a diretoria e a torcida queriam

Cebola conseguiu fazer o Palmeiras jogar como a diretoria e a torcida queriam

Cesar Greco/Palmeiras

São Paulo, Brasil

Situação surreal.

A diretoria do Palmeiras estava entusiasmada.

Havia a certeza de que o português Abel Ferreira promoveria uma comoção na imprensa e na torcida do Palmeiras.

Pelo bom trabalho no Braga.

Pela maneira moderna com que monta sua equipe. 

Como está fazendo no PAOK, da Grécia.

Partindo do 3-4-3, enfrentado qualquer adversário de forma ofensiva.

A negociação tem enorme chance de ser fechada e anunciada amanhã.

Mas nas redes sociais, no Conselho Deliberativo e para os jogadores, há muita satisfação com Andrey Lopes.

Palmeiras mostra, além do futebol, muita união. Andrey tem importante participação

Palmeiras mostra, além do futebol, muita união. Andrey tem importante participação

Cesar Greco/Palmeiras

Sob o comando do Cebola, o Palmeiras venceu o Red Bull Bragantino por 3 a 1, em Bragança, na primeira partida eliminatória das oitavas de final da Copa do Brasil.

No primeiro tempo, que o time abriu a vantagem de 3 a 0, o'Carrossel do Cebola', como os internautas brincavam, deu muito certo.

Com uma equipe veloz, objetiva, inteligente, atraiu o Bragantino de Mauricio Barbieri e explorou a postura adiantada de sua última linha, que tentava pressionar o Palmeiras no seu campo.

E foi assim que Raphael Veiga, Wesley e Luiz Adriano marcaram, sem dificuldade. Com o sistema defensivo interiorano escancarado.

No segundo tempo, o lado físico pesou. O Palmeiras cansou. E sentiu o gramado pesado. Assim também como a efetividade das penetrações, avanços em bloco do Bragantino passaram a dar certo.

Hurtado descontou. 

Mas o time adepto do Cebolismo venceu, superou a pressão que Barbieri sonhava fazer e surpreender o Palmeiras.

A vitória, a terceira seguida, fez com que vários grupos de palmeirenses ilustres passassem a questionar a vinda de Ferreira.

Luiz Adriano. Muito mais acionado. A fase de isolamento, com Luxa, passou

Luiz Adriano. Muito mais acionado. A fase de isolamento, com Luxa, passou

Cesar Greco/Palmeiras

Até porque eles esperavam um treinador com melhor currículo.

O português jamais ganhou qualquer título.

E vive uma séria crise de relacionamento com jogadores no PAOK.

A imprensa grega questiona o futebol do time sob seu comando.

Ele tem postura arrogante diante de questionamentos.

Como hoje, após o empate em 0 a 0 com o Granada, pela Liga Europa.

O questionamento é se não valeria apostar em Cebola.

Desde que substituiu o demitido Vanderle Luxemburgo, o Palmeiras ganhou do Tigre por 5 a 0, do Atlético Goianiense, por 3 a 0, e hoje, 3 a 1, no Red Bull. 

Ou seja, 11 gols a favor e um contra.

Com o time jogando como a própria diretoria sonhava.

Futebol moderno, ofensivo, moderno.

Abel Ferreira. Sem prestígio com a imprensa grega. Questionado no PAOK

Abel Ferreira. Sem prestígio com a imprensa grega. Questionado no PAOK

Reprodução/Youtube

Mas as negociações com Abel Ferreira estão bem adiantadas.

Nesta sexta-feira deve haver a definição.

E o clube pode anunciar, finalmente, seu treinador estrangeiro.

Recolocando Andrey Lopes como auxiliar.

A empolgação passa longe do Palestra Itália...

Bruno Lazaroni, do Botafogo, é o 14º técnico demitido no Brasileirão

Últimas