Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cosme Rímoli - Blogs
Publicidade

CBF vai usar Marta, mesmo aposentada, como a capitã simbólica na Copa do Mundo, em 2027, no Brasil

A garantia que o Brasil será sede da Copa do Mundo de futebol feminino, em 2027, será um excepcional incentivo à modalidade. Estádios da Copa de 2014 serão usados. Mas a CBF vai investir na imagem da maior ídolo de todos os tempos: Marta. Ela será a ‘cara da Copa do Mundo’

Cosme Rímoli|Cosme RímoliOpens in new window

CBF vai usar Marta, mesmo aposentada, como o grande personagem da Copa do Mundo Feminina, em 2027 (Débora Macedo da Silveira Manera)

Marta vai se aposentar da Seleção Brasileira na França.

Nesta Olimpíada.

Já está definido com ela e com o treinador Arthur Elias.

Ela tem 38 anos e não consegue mais render fisicamente como a intensidade do futebol moderno exige.

Publicidade

Mas o presidente Ednaldo Rodrigues, que foi para a Tailândia, para receber a confirmação de que o Brasil sediará o Mundial de Futebol Feminino de 2027, sabe que não pode abrir mão da imagem da melhor jogadora de todos os tempos.

Seis vezes escolhida com a melhor do mundo, Ednaldo sabe que, em três anos, não surgirá ninguém tão representativa para o esporte como ela.

Publicidade

E já tem um plano traçado de torná-la embaixadora do torneio.

Espécie de ‘capitã simbólica’.

Publicidade

Ednaldo aproveitará a euforia de Marta, que sempre sonhou com a Copa do Mundo no Brasil.

“Foi uma escolha natural. A Copa do Mundo Feminina da Fifa vai ser jogada no Brasil em 2027. Jogar uma Copa do Mundo em casa é o sonho de tantas meninas no Brasil. Por isso quero agradecer a todos que fizeram parte dessa conquista, e vamos seguir juntas construindo o futuro que o futebol de mulheres no Brasil, na América do Sul e no mundo merece”, disse, em um vídeo apresentado na solenidade que sacramentou o Brasil como sede.

Ciente do seu poder midiático, Marta já fez um pedido, e que será atendido por Ednaldo Alves.

A primeira partida do Brasil na Copa do Mundo será no Rio Grande do Sul, que deverá estar recuperado da tragédia das chuvas deste ano.

“Diferente das últimas semanas, hoje acordei com uma excelente notícia e um motivo para sorrir. Fiquei muito feliz com a notícia e tenho certeza de que a Copa do Mundo Feminina de 2027 será um sucesso, e o povo brasileiro, como sempre, estará de braços abertos para receber a comunidade mundial do futebol! Se fosse possível, gostaria que a primeira partida da seleção brasileira fosse no Rio Grande Sul. O estado do Rio Grande do Sul e o povo gaúcho merecem.”

Outro efeito colateral com o anúncio da Copa do Mundo Feminina no Brasil está no trabalho de Arthur Elias.

Alivia a pressão para a Olimpíada de Paris.

Com pouco tempo de trabalho, ele ainda não conseguiu montar a Seleção competitiva e intensa que sonha.

O foco será a Copa do Mundo no Brasil.

Ednaldo Alves está ‘empolgado’ com o trabalho de Elias.

E dará esse tempo para o técnico.

Com Marta servindo para atrair a atenção do mundo todo para a competição.

A CBF avisa que não construirá nenhum estádio para a competição.

A infraestrutura da Copa de 2014 será utilizada.

Com dez arenas sediando os jogos.

Com suas capacidades diminuídas.

De maneira inteligente, sem megalomania.

Assumindo que o futebol feminino é ainda um esporte em evolução no Brasil.

Mas que a Copa do Mundo tem tudo para ser excepcional incentivo.

Com a imagem de Marta como a ‘capitã simbólica’ desta aventura...



Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.