Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cosme Rímoli - Blogs
Publicidade

CBF segue obcecada por Ancelotti para o lugar de Tite na seleção. Esperará até junho. Em março, um interino. Ramon, da Sub-20...

O presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, viu que não é fácil encontrar um treinador para a seleção. Ele quer Ancelotti. Mas o italiano não abandonará o Real Madrid antes do fim da temporada europeia

Cosme Rímoli|Do R7 e Cosme Rímoli


Ancelotti sempre foi o foco principal da CBF para substituir Tite. Daí a espera até junho
Ancelotti sempre foi o foco principal da CBF para substituir Tite. Daí a espera até junho

São Paulo, Brasil

"Vamos tratar desse assunto em janeiro."

Essa foi a promessa do presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, em novembro de 2022.

Antes mesmo do segundo vexame do Brasil em Copas do Mundo sob seu comando, Tite já havia avisado que deixaria a seleção. Sonhava com uma equipe forte da Europa. O convite jamais veio, depois da segunda eliminação nas quartas.

Publicidade

E Ednaldo bradava.

"Nada de treinador interino. Vou chamar um que comece e termine o ciclo até a Copa de 2026."

Publicidade

Pois bem, Tite foi embora.

Janeiro passou.

Publicidade

Fevereiro já está no dia 9, e até agora nada, oficialmente.

A Fifa reservou as datas entre 20 e 28 de março para que as seleções do mundo, inclusive o Brasil, joguem amistosos.

As indicações agora são de que não há como viabilizar a contratação de um treinador importante do cenário mundial até março.

Ednaldo foi aconselhado a esperar até junho.

Para que acerte com um técnico sem contrato.

O sonho segue o mesmo desde que Ednaldo assumiu a CBF.

Não há segredo.

Carlo Ancelotti, do Real Madrid.

Seu contrato termina em junho.

E a CBF, com faturamento bilionário, está disposta a competir financeiramente com o clube espanhol. 

Ancelotti recebe 12 milhões de euros anuais.

Cerca de R$ 67 milhões por temporada.

São R$ 5,5 milhões por mês.

Tite recebia R$ 1,6 milhão.

A CBF pode pagar.

E teria um treinador de altíssimo nível.

Com estes títulos.

4 vezes campeão da Liga dos Campeões: 2002-03, 2006-07 (Milan), 2013-14 e 2021-22 (Real Madrid).

2 vezes o Mundial de Clubes da Fifa: 2007 (Milan) e 2014 (Real Madrid).

Supercopa da Uefa: 2003 e 2007 (Milan).

Campeonato Italiano: 2003–04 (Milan).

Campeonato Inglês: 2009–10 (Chelsea).

Campeonato Francês: 2012–13 (PSG).

Campeonato Alemão: 2016–17 (Bayern).

Campeonato Espanhol: 2021–22 (Real Madrid).

E está para vencer o terceiro Mundial. Seu Real Madrid enfrentará o Al-Hilal, time árabe que eliminou o Flamengo.

O italiano se dá muito bem com jogadores brasileiros.

"Ele é um mestre", elogia Vinícius Junior.

"Consegue tirar tudo do jogador", admite Rodrygo.

Ancelotti já deu vários sinais de que não deseja sair da Espanha.

Mas a CBF continua insistindo.

Se realmente não ceder, haverá outras tentativas antes do início de nova temporada na Europa. Zidane, Mourinho, até Luis Enrique.

Jorge Jesus segue com muitos defensores entre os presidentes de federações, que têm livre espaço para palpitar a Ednaldo.

Enquanto o técnico não vem, o presidente da CBF terá de voltar atrás.

E colocar um interino para os amistosos, que poderão ser dois, nas datas-Fifa de março.

O favorito é mesmo o ex-jogador do Vasco Ramon Menezes, técnico da seleção Sub-20.

Ele não teve sucesso como técnico de jogadores profissionais.

Treinou nove clubes e tem dois rebaixamentos no currículo.

Com o Guarani, de Minas Gerais, e com o Joinville.

Depois do fracasso na Copa do Mundo do Catar, Neymar pediu para ser poupado da seleção
Depois do fracasso na Copa do Mundo do Catar, Neymar pediu para ser poupado da seleção

Ganhou o título da Terceira Divisão de Goiás, com a ASEEV.

Acumulava demissões do Anápolis, Tombense, Vasco, CRB e Vitória, antes de assumir a Seleção Sub-20 do Brasil.

Nessa primeira convocação, depois do fracasso da Copa do Catar, Neymar deverá ser poupado. Ele pediu um tempo para 'descansar' da seleção.

O assédio da CBF a Ancelotti seguirá firme...

Aberta a temporada de especulação sobre o nome do substituto de Tite na seleção brasileira

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.