Cosme Rímoli Campeonato Carioca volta esta semana ou pode parar na justiça

Campeonato Carioca volta esta semana ou pode parar na justiça

Guerra marcada para o Arbitral da Ferj, hoje à tarde. Flamengo deseja o retorno imediato do Carioca, por dinheiro. Flu não quer pela pandemia. 

  • Cosme Rímoli | Do R7

Rubens Lopes quer a volta do Carioca ainda nesta semana. Como o Flamengo

Rubens Lopes quer a volta do Carioca ainda nesta semana. Como o Flamengo

Ferj

São Paulo, Brasil

O desejo da diretoria do Flamengo era explícito.

Ao anunciar a saída do banco BS2 como patrocinador master, dia 28 de maio, já mostrar sua força, com nova empresa disposta a pagar bem mais do que os R$ 15 milhões, que recebia desde abril de 2019.

Havia a certeza que o banco virtual aceitaria ficar com um espaço nas mangas da camisa, só para seguir com o Flamengo.

Não foi o que aconteceu.

O BS2, que tinha contrato até dezembro, há 18 dias. Nada de confirmação da Amazon como substituta. As Lojas Americanas, também cotada para a vaga, publicou nota oficial, avisando patrocinará o clube.

Ou seja, o campeão da Libertadores, brasileiro e carioca precisa de holofotes. Está há três meses fora da mídia, com a paralisação por conta da pandemia.

E a direção do Flamengo é a grande aliada da Ferj, na volta repentina do futebol, ainda esta semana.

O Vasco, pressionado pela falta de dinheiro, acaba de vender Marrony para o Atlético, por 10% do que sonhava. R$ 19,7 milhões. Não R$ 197 milhões.

Vendeu para pagar salários atrasados e não perder jogadores na justiça.

Mesmo com seus dirigentes preocupados com o coronavírus, aceitam a volta imediata do futebol.

Rubens Lopes tem as oito equipes pequenas 'na mão'.

O  presidente da Ferj deixou bem claro que foi por sua intervenção junto à CBF que impediu que o Carioca fosse anulado. Não existisse em 2020, por conta da pandemia.

E os pequenos, desesperados por dinheiro, aceitam as condições que a Federação Carioca exigir. Se for para voltar nesta semana, com jogos de madrugada, ou com os atletas calçando pés de pato, em vez de chuteiras, sem problemas. 

O importante é receber a última parcela que a Globo deve pelo Estadual e sobreviver

Restam Fluminense e Botafogo, clubes que não querem o retorno do futebol. Não com a pandemia em alta.

Nelson Muffarej está muito pressionado. As dívidas se acumulam. Ele já tem cortado na 'própria carne'. Dispensou o grande líder do time e atleta que se posicionava contra o retorno,  o argentino Carli. O mandou embora por dinheiro e pela liderança.

Há a chance de o Botafogo recuar e aceitar jogar.

O presidente Mario Bittencourt, do Fluminense, tem sido radical.

Saída  do banco virtual foi mais um golpe financeiro no Flamengo

Saída do banco virtual foi mais um golpe financeiro no Flamengo

Flamengo

Jogos nesta semana serão impossíveis.

Garante que não colocará sua equipe em campo.

Os atletas do Fluminense não foram nem testados em relação ao coronavírus. Farão os testes amanhã.

Bittencourt deseja o retorno em julho, mas se a situação melhorar muito.

Não está preocupado em relação à possibilidade de derrotas por WO, ou seja, com o time não entrando em campo.

Hoje haverá uma reunião emergencial, convocada às pressas pela Ferj.

O Flamengo quer jogar, de qualquer maneira.

Quarta, quinta, sexta, sábado.

Tanto faz.

A Ferj pode adiar e deixar o Fluminense jogar por último, no final da próxima semana.

Mas os ânimos estão acirrados.

Não será surpresa de houver um rompimento.

E a briga for parar na justiça.

Botafogo teve de abrir mão da liderança de Carli. Falta de dinheiro

Botafogo teve de abrir mão da liderança de Carli. Falta de dinheiro

Botafogo

O clima no futebol carioca é muito pesado.

Com cada clube pensando apenas na sua necessidade.

O Flamengo é o clube que mais pressiona.

Pelo dinheiro envolvido.

Tanto que um acordo com a Globo, pela transmissão de seus jogos no Carioca, pode ser anunciado nas próximas horas.

Para felicidade de Rubens Lopes...

Curta a página do R7 Esportes no Facebook.

Veja casa onde Neymar passa fim de quarentena na França com amigos

Últimas