Cosme Rímoli As lágrimas de Messi com a traição do Barça. Renascimento será no PSG

As lágrimas de Messi com a traição do Barça. Renascimento será no PSG

O choro de Messi deixou claro o quanto ele não queria sair do Barcelona. Só que não pôde fazer nada para seguir onde ganhou 35 Mas buscará nova vida no PSG

  • Cosme Rímoli | Do R7

Fez tudo para tentar seguir no Barcelona. Reduziu o salário pela metade. Mas ouviu 'não'

Fez tudo para tentar seguir no Barcelona. Reduziu o salário pela metade. Mas ouviu 'não'

Pau BARRENA / AFP - 08/08/2021

São Paulo, Brasil

Tudo ficou pequeno no futebol mundial hoje.

As lágrimas de Messi ao se despedir do Barcelona se impuseram.

Deram o tom, na Espanha e na França.

Estiveram presente aos 10 minutos do amistoso entre o clube catalão e a Juventus, no primeiro jogo sem o argentino. Mal a partida chegou no décimo minuto e a torcida do Barcelona começou o coro, movido a saudade. 

"Messi, Messi, Messi, Messi, Messi..."

Ritual que prometem manter 'para sempre'.

Nem a vitória por 3 a 0 animou os torcedores do Barcelona.

Enquanto isso, centenas de pessoas iam embora do aeroporto de Le Bourget, cidade a 17 quilômetros de Paris. Onde pousam jatinhos 

Saíram decepcionados e esperanços. Tristes porque de nada adiantou a vigília de até oito horas esperando Messi. Mas esperançosos por acreditar na imprensa francesa, que garante que o argentino chegará para assinar contrato com o PSG amanhã.

Horas antes, a tristeza do melhor jogador do mundo era verdadeira, na sede do Barcelona.  O argentino deixou claro que não queria sair da Catalunha. Estava se sentindo expulso da própria casa, depois de 21 anos.

A diretoria do Barcelona usou o fair play financeiro para se esconder da decisão de não seguir com o jogador, que recebia 70 milhões de euros, cerca de R$ 431 milhões, por temporada, de salários para um jogador. Cerca de R$ 35 milhões por mês.

Messi e os 35 troféus que ganhou com o Barcelona. O melhor jogador do mundo

Messi e os 35 troféus que ganhou com o Barcelona. O melhor jogador do mundo

Barcelona

Por sua idade, seus 34 anos. E muito mais pela força que tinha no clube, maior do que a do presidente. Joan Laporta decidiu começar um novo ciclo sem ele.

Messi teve de se despedir, chorando, nervoso, enxugando constantemente as lágrimas com um lenço dado por sua esposa.

"Nunca imaginei minha despedida, mas não teria imaginado assim. Eu gostaria de ter feito isso no campo, de ter ouvido os últimos aplausos. Senti saudades do público na pandemia, de poder comemorar um gol com eles.

"Estou saindo deste clube sem vê-los há mais de um ano e meio. Se eu tivesse imaginado, teria sido com o estádio lotado. Aconteceu assim e, repito, agradeço o carinho de todos esses anos. Passamos bons e maus momentos, mas o carinho sempre foi o mesmo.

"Reconhecimento e amor. Sempre amarei este clube. Espero poder voltar em algum momento para fazer parte deste clube. Espero poder contribuir com algo para que este continue a ser o melhor clube do mundo.

"Nos últimos dias estive pensando, me perguntando o que poderia dizer. Isso é muito difícil para mim depois de uma vida inteira. Eu não estava preparado. No ano passado, quando estourou a bagunça do burofax, eu estava (preparado), eu sabia o que tinha a dizer. Mas este ano não. Estava convencido de que continuaria aqui, em casa. É o momento mais difícil da minha carreira.

"Baixei 50% do meu salário. Não havia mais nada a fazer. Fizemos todo o possível."

Ele e seu pai esperavam uma contraproposta de Laporta. Ela não veio. 

Aos 10 minutos, no amistoso contra a Juventus, a torcida do Barcelona gritou seu nome

Aos 10 minutos, no amistoso contra a Juventus, a torcida do Barcelona gritou seu nome

Rafael Marchante/EFE//14-08-20

Confirmado o triste adeus, Messi deixou claro o que o mundo já sabe. Está acertando sua ida ao PSG.

"Bem, o PSG é uma possibilidade. Neste momento não tenho nada combinado com ninguém", disse. Ele e seu pai Jorge alinharam detalhes do contrato com o clube francês. A imprensa catalã detalha que havia um pequeno impasse, em relação ao tempo de contrato. Entre quatro, três ou dois anos.

Messi teve a dignidade diante da diretoria do Barcelona, seu ex-companheiros Jordi Alba, Ter Stegen, Piqué e Busquets, que irá buscar mais títulos, para onde for.

"A torcida do Barça me conhece. Eles sabem que eu quero continuar competindo. Se eu tivesse ficado aqui, teria lutado para ganhar tudo e eles vão entender que quero continuar somando títulos.

"Parabenizo o (Daniel) Alves pela conquista da medalha olímpica e quero ir atrás dele, estou perto. A minha intenção era ficar, não foi possível e agora tenho que encontrar o meu caminho. Competir e continuar a ganhar. Voltar a ganhar a Champions League e mais títulos será um dos meus objetivos", deixou claro.

Neymar não postou uma palavra sobre Messi. Como se quisesse disfarçar a negociação do PSG

Neymar não postou uma palavra sobre Messi. Como se quisesse disfarçar a negociação do PSG

Copa América

Se o presidente Joan Laporta não quis ficar à merçê de Messi, os funcionários do clube trataram de homenagear o maior jogador do mundo, espalhando os 35 troféus que o Barcelona conquistou com ele, na sala de coletiva do Camp Nou.

O argentino é esperado amanhã no aeroporto de Le Bourget.

Messi chorou como um apaixonado abandonado.

Prometendo a quem o deixou. 

Vai dar a volta por cima.

Quem é que duvida de Lionel Messi?

Messi deixa o Barcelona como a maior lenda do clube; relembre

Últimas