Cosme Rímoli Antony vai para a guerra contra o Ajax. Força saída para o Manchester United. Clube inglês aceita pagar R$ 508 milhões pelo brasileiro

Antony vai para a guerra contra o Ajax. Força saída para o Manchester United. Clube inglês aceita pagar R$ 508 milhões pelo brasileiro

O atacante de 22 anos mostrou a mesma personalidade forte que tinha no São Paulo. Assumiu publicamente que não quer seguir na Holanda. Quer jogar com seu ex-treinador Ten Hag, em Manchester. E ponto-final

  • Cosme Rímoli | Do R7

Antony compra a briga. Enfrenta o Ajax publicamente. Força saída para o Manchester United

Antony compra a briga. Enfrenta o Ajax publicamente. Força saída para o Manchester United

AFP

São Paulo, Brasil

Desde os tempos de garoto, na base do CT de Cotia, Antony mostrava personalidade forte. Rebeldia.

Discutia com adversários, questionava técnicos, encarava juízes.

Mas a direção do São Paulo foi avisada de que estava "nascendo" um grande atacante. E que o clube ainda iria ganhar muito dinheiro com ele.

Canhoto, driblador, velocista, artilheiro e com enorme explosão muscular natural.

Chegou ao clube com 10 anos. Ganhou 11 títulos na base do São Paulo. Sempre com enorme destaque. Sofreu assédio de outros clubes grandes brasileiros, mas os dirigentes do Morumbi souberam proteger seu jovem atacante.

Mas quando foi lançado no profissional se tornou presença constante na seleção brasileira sub-23. E foi ganhando cada vez mais espaço no time principal.

Bastaram duas temporadas e chegou a proposta irrecusável, que o São Paulo esperava. Seu desempenho foi muito melhor do que os frios números de 52 partidas e seis gols.

Com seus dribles e arrancadas pela direita, com o pé esquerdo, ele se assemelhava demais a um ídolo recente do futebol holandês, Arjen Robben, atacante que fez história no Bayern. Estrela da seleção holandesa terceira colocada na Copa do Brasil, em 2014.

Não foi por acaso, portanto, que a oferta maior por Antony chegou da Holanda. Vencendo o leilão pela jovem promessa, o Ajax se dispôs a pagar 29 milhões de euros, atuais R$ 147 milhões, em 2020. E lá se foi o osasquense para Amsterdã, com apenas 20 anos.

Ten Hag é o grande 'cúmplice' de Antony na briga para que troque o Ajax pelo Manchester United

Ten Hag é o grande 'cúmplice' de Antony na briga para que troque o Ajax pelo Manchester United

Reprodução/Twitter

Já chegou ganhando o título holandês e aos poucos foi conquistando espaço enorme na competitiva equipe de Erik ten Hag. A identificação de Antony com o jovem e ousado treinador foi imediata. Ele identificou toda a qualidade do brasileiro e a adaptação ao seu esquema de contragolpes agudos, objetivos. Marcação forte na saída de bola adversária. No meio de tanta intensidade, os dribles e arrancadas do brasileiro se tornaram fundamentais.

Erik ten Hag foi seduzido pelo Manchester United. Tem a missão de reconstruir o gigante adormecido. 

O maior vitorioso do futebol inglês tem seis Champions Leagues. A última foi conquistada na temporada 2007/2008. Nesta temporada, a diretoria resolveu apostar na formação de uma "seleção" para compor um time com capacidade de vencer a competição.

Mas na temporada 2023/2024, já que não conseguiu se classificar para a disputa neste ano. Ficou em sexto na Premier League. E só os quatro primeiros disputarão a competição.

Com essa obsessão, tirou o volante Casemiro do Real Madrid por 60 milhões de euros, cerca de R$ 305 milhões; o zagueiro argentino Lizandro Martínez do Ajax por 57 milhões de euros, R$ 289 milhões; o lateral-esquerdo Malacia do Feyenoord por 15 milhões de euros, cerca de R$ 57 milhões.

Ten Hag não se importa com a iminente saída de Cristiano Ronaldo. Prefere Antony

Ten Hag não se importa com a iminente saída de Cristiano Ronaldo. Prefere Antony

Reprodução/Youtube

Cristiano Ronaldo se tornou um grande problema. Porque o Manchester United não está na Champions, e o português já tem 37 anos, sabe que está na fase final da carreira. E ele segue tentando atuar em outra equipe. Só que seu salário é altíssimo, cerca de 550 mil libras por semana. O que corresponde a R$ 3,3 milhões a cada sete dias.

Eric ten Hag está inconformado com a situação. E trata de colocar Cristiano Ronaldo na reserva, até que tudo se resolva. Detalhe: o treinador holandês não se importa se o português sair.

Porque, de acordo com a imprensa britânica, desde que recebeu a proposta do United, no início de 2022, o treinador holandês convidou Antony a ir com ele para a Inglaterra.

E o brasileiro tratou de avisar a direção do Ajax. Queria trocar de equipe nesta janela de meio de ano. Os dirigentes perceberam o que estava acontecendo e decidiram enfrentar o brasileiro e dizer "não".

Só que eles não sabiam com quem estavam mexendo.

Antony, com o respaldo de Ten Hag, comprou a briga.

E afirma abertamente que deseja sair do Ajax.

"Desde fevereiro deste ano, os meus agentes vieram a Amsterdã para informar ao Ajax do meu desejo de deixar o clube para enfrentar um novo desafio e que alguns clubes interessados ​​chegariam e com eles, certamente, uma grande oferta."

"Em junho deste ano, interrompi minhas férias e vim pessoalmente informar aos dirigentes do Ajax, inclusive o novo treinador, sobre minha vontade de sair e que deveriam considerar essa possibilidade, pois era um projeto para duas temporadas."

"Não estou pedindo ao Ajax que me libere, estou pedindo ao Ajax que me venda com a maior oferta por um jogador da Eredivisie [Campeonato Holandês]. Venho insistindo nesse tema desde fevereiro para que o clube possa reconstruir o time com tranquilidade."

Enquanto Antony briga de seu lado, o treinador holandês segue pressionando a direção do Manchester United para a compra do brasileiro. E a proposta chegou a 90 milhões de euros, cerca de R$ 457 milhões. 

A direção do Ajax disse "não". Alegou que não teria tempo de buscar um substituto à altura do brasileiro.

O United chegou a 100 milhões de euros, cerca de R$ 508 milhões, a maior proposta da história por um jogador que atua no futebol holandês. Até apostando na saída de Cristiano Ronaldo, o que traria economia ao clube. O português não é considerado indispensável por Ten Hag.

Diante da pressão da própria mídia de Amsterdã, a direção do Ajax insiste que já alcançou 130 milhões de euros, cerca de R$ 660 milhões, em vendas de jogadores nesta janela. E que não "depende" do dinheiro do Manchester United.

Restam, no entanto, quatro dias para o fechamento da janela inglesa.

E o brasileiro garante que não vai mudar sua postura.

Seguirá dizendo abertamente a jornalistas que deseja sair da Holanda.

A postura firme de Antony está chocando a imprensa europeia.

A guerra entre Ajax e United por Antony só valoriza o jovem atacante que Tite levará à Copa

A guerra entre Ajax e United por Antony só valoriza o jovem atacante que Tite levará à Copa

CBF

Um jogador de apenas 22 anos tão decidido.

É porque não conhece a personalidade forte do ex-atacante do São Paulo.

A direção do clube paulista, aliás, torce desesperadamente para que a transação ocorra.

Seriam cerca de R$ 21 milhões para o Morumbi, por conta de acordo com o Ajax e por ter sido o clube-formador de Antony.

A guerra está no seu auge.

O contrato do brasileiro com o Ajax vai até junho de 2025.

Mas ele não quer cumprir, de jeito algum.

E exige sua saída já para o Manchester United.

Se for vendido por 100 milhões de euros, será o terceiro brasileiro mais caro da história.

O primeiro é Neymar, contratado pelo PSG ao Barcelona por 222 milhões de euros, cerca de R$ 1,1 bilhão, o jogador mais caro de todos os tempos.

O segundo é Philippe Coutinho, que saiu do Liverpool para o Barcelona por 135 milhões de euros, R$ 686 milhões.

Antony promete brigar até o último instante para sair...

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas