Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cosme Rímoli - Blogs
Publicidade

Altitude, nível 'brutal' do futebol mexicano, Palmeiras. Desculpas de Daniel Alves pelo péssimo futebol. Mas diz merecer a seleção

Jogador de 39 anos vive a pior fase de sua carreira. Mesmo jogando mal demais no Pumas, Tite reserva uma vaga para Daniel Alves na Copa do Mundo. Para 'cuidar de Neymar'

Cosme Rímoli|Do R7 e Cosme Rímoli

Daniel Alves segue cada vez pior no México. Mas Tite deixou seu lugar reservado para a Copa
Daniel Alves segue cada vez pior no México. Mas Tite deixou seu lugar reservado para a Copa Daniel Alves segue cada vez pior no México. Mas Tite deixou seu lugar reservado para a Copa

São Paulo, Brasil

Tite já afirmou com todas as letras.

Seus times não jogam com três defensores.

Ou seja, Éder Militão, zagueiro titular do Real Madrid e um dos melhores do mundo, será improvisado, na sexta-feira (23), como lateral-direito.

Publicidade

Por quê, se Danilo foi convocado e poderia atuar contra Gana e Tunísia na sua posição?

Porque o lugar está guardado para Daniel Alves.

Publicidade

Tite só não convocou o jogador de 39 anos para não cair no ridículo.

O lateral vive a pior fase de sua carreira, sendo motivo de piadas no México, onde atua pelo Pumas.

Publicidade

Ele já foi xingado, vaiado pela torcida organizada do clube da Cidade do México. 

O treinador da seleção se recusou a convocar dois laterais-direitos, em uma atitude bizarra, e que vai contra a sua lógica de escolha de atletas para jogarem pelo Brasil.

Éder Militão atuou pouquíssimas vezes na carreira como lateral. Se fosse jogar como terceiro zagueiro, seria explicável, mas Tite jura que não.

Leia também

O treinador quer tanto Daniel Alves por um motivo extracampo. Ele é o único atleta que Neymar respeita na seleção brasileira.

O instável jogador do PSG já xingou, por exemplo, Thiago Silva, na última Copa. Se Neymar resolver dar chiliques contra o árbitro, segurar a bola de forma egoísta ou simular faltas e ficar rolando pelo gramado, como fez na Rússia, não há ninguém em campo com autoridade para questioná-lo.

Daniel Alves foi muito original ao justificar a péssima fase que vive. E defende sua convocação para a Copa pela 'história' que fez na seleção. Não pelo momento atual.

"Minha história com a seleção é o que vai me fazer ser convocado ou não, não é o fato de estar no Pumas, de estar em São Paulo, de estar em Barcelona, de estar em qualquer outro lugar. É história. Quando vou construir algo é por causa da história", ou seja, para bom entendedor, o que o lateral defende é claro. Ser chamado pelo seu passado.

Daniel Alves se agarra à altitude mexicana para justificar seu péssimo futebol.

"Acho que [o México] é um dos lugares em que mais corri, talvez eu esteja correndo muito mal porque quem corre muito é ruim, mas em cada jogo corro muitos quilômetros. Sou 'old school', sinto que quem corre muito corre mal, e eu corro muito, então eu corro mal, a gente tem que melhorar nesse aspecto, quando eu faço isso, você não tem o frescor necessário para o jogo porque você está me afogando de cansaço."

Buscando qualquer argumento para tentar explicar a sua fase, o veterano apela até por elevar o nível do futebol mexicano. E lembrar que o Palmeiras, no Mundial de 2020, caiu na semifinal diante do Tigre.

"Dizem que o nível do México não é muito alto, mas a melhor equipe do Brasil enfrentou recentemente um time do México, e ela não conseguiu se classificar para a final. Aí você coloca a balança, de onde está ou não o nível. E bom, no fim das contas todo mundo tenta puxar a sardinha para o seu lado. Mas não, eu sou suspeito para falar, porque eu gosto muito dos bons jogadores que o México tem."

Tite não disfarça. Reserva um lugar para ele na Copa do Catar. Não quer saber do péssimo futebol do jogador
Tite não disfarça. Reserva um lugar para ele na Copa do Catar. Não quer saber do péssimo futebol do jogador Tite não disfarça. Reserva um lugar para ele na Copa do Catar. Não quer saber do péssimo futebol do jogador

"Como eu já disse inúmeras vezes, eu acho que vocês [jornalistas] podem se lembrar muito bem, eu sempre disse que o nível do futebol mexicano é brutal. O que eu sinto é que eles acreditam pouco, são um pouco desorganizados, o macro, né? A organização do campeonato é um pouco mediana, pode melhorar. Mas o nível dos jogadores é genial. Eu sempre digo que é o mesmo do Brasil."

O jogador de 39 anos chegou ao Pumas em julho. Dois meses depois, diz que ainda não se adaptou à altitude.

Daniel Alves se mostra um mestre em desculpas.

A verdade é que segue jogando mal.

Seu time é antepenúltimo colocado no Campeonato Mexicano.

Em 18 equipes, o Pumas é apenas o 16º colocado.

E sua contratação questionada pela imprensa local. 

Mas, mesmo com tantas evidências, ele segue como prioridade para Tite.

Ele pode não ter sido chamado para os jogos contra Gana e Tunísia.

Mas as chances de ir à Copa são enormes.

Militão é um dos melhores zagueiros no mundo. Improvisação na seleção reserva lugar para Daniel
Militão é um dos melhores zagueiros no mundo. Improvisação na seleção reserva lugar para Daniel Militão é um dos melhores zagueiros no mundo. Improvisação na seleção reserva lugar para Daniel

Assim com as de Gabriel Jesus.

Tite tem seus escolhidos para a Copa.

Há muito tempo.

Estejam jogando como estiverem.

Daniel Alves sabe muito bem disso...

Ex-F1, Alex Zanardi recebe alta hospitalar após mais de dois anos em tratamento

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.