Cosme Rímoli CBF sem presidente faz Ancelotti desistir da seleção brasileira. E encaminhar renovação com o Real Madrid

CBF sem presidente faz Ancelotti desistir da seleção brasileira. E encaminhar renovação com o Real Madrid

O treinador italiano já sabe detalhes do afastamento de Ednaldo Rodrigues. Ele não quer abandonar o clube mais poderoso do mundo sem saber quem será o presidente da CBF, que comandará a seleção

  • Cosme Rímoli | Do R7

Ancelotti recuou na sua intenção de treinar o Brasil na Copa dos Estados Unidos. Pelo afastamento de Ednaldo

Ancelotti recuou na sua intenção de treinar o Brasil na Copa dos Estados Unidos. Pelo afastamento de Ednaldo

Real Madrid

São Paulo, Brasil

"Por 500 milhões de euros [cerca de R$ 2,6 bilhões], eu iria para a Arábia.

"Andando."

Carlo Ancelotti estava muito bem-humorado hoje, na coletiva que antecede à partida entre Real Madrid e Bétis.

Mas a mídia espanhola dá como certo que a intervenção na CBF, com o afastamento do presidente Ednaldo Rodrigues, pelo fato de a Justiça considerar ilegal sua eleição, pôs fim ao sonho de ter o italiano como treinador do Brasil no Mundial dos Estados Unidos.

O empresário do técnico, Frank Trimboli, é muito próximo de Kaká, Cafu e, principalmente, de Paulo Roberto Falcão. Eles são três fontes importantes de tudo relacionado ao futebol brasileiro.

E Ancelotti já sabe do afastamento de Ednaldo.

Pessoas ligadas ao afastado presidente da CBF garantem que Rodrigues não só derrubará a decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, que invalidou sua eleição, como já teria mandado recado para o treinador do Real Madrid de que tudo "será resolvido" e os planos para assumir a seleção brasileira em julho de 2024 "estão mantidos".

Só que o golpe teria sido "forte demais".

E Ancelotti, desanimado em se aventurar a abandonar o clube mais poderoso do mundo para assumir a seleção, levado por Ednaldo, que pode voltar a perder o emprego.

Quem garante que o novo presidente da CBF vai querer o italiano na Copa dos Estados Unidos?

A tendência é que Ancelotti renove com o Real Madrid.

O presidente Florentino Pérez já antecipou ao treinador que deseja a renovação por mais uma temporada. O contrato termina em junho do próximo ano.

A conversa definitiva, para a renovação, de acordo com matéria de destaque de hoje do jornal El País, acontecerá entre Real Madrid e Ancelotti em março.

A destituição de Ednaldo Rodrigues livraria o treinador de qualquer acordo que envolve a seleção. 

De acordo com a imprensa espanhola, a cúpula da CBF pode começar a pensar em outro treinador.

Seja o presidente que for.

Pelo jeito, será mais fácil Ancelotti ir a pé da Espanha para a Arábia Saudita do que assumir a seleção brasileira.

Não há como recriminá-lo...

Veja sete motivos para acreditar que Ancelotti não assume a seleção brasileira

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas