Cosme Rímoli Adriano: 'Vocês também enchem a cara de cachaça. E não pagam minhas contas'

Adriano: 'Vocês também enchem a cara de cachaça. E não pagam minhas contas'

Com patrimônio de R$ 60 milhões, o Imperador ficou revoltado com a repercussão sobre a bebida sabotando sua carreira. "Que papai do céu abençoe vocês, coisas ruins..."

  • Cosme Rímoli | Do R7

Adriano ataca a imprensa por focar na depressão e no alcoolismo que travaram sua carreira

Adriano ataca a imprensa por focar na depressão e no alcoolismo que travaram sua carreira

Reprodução/Sportv

São Paulo, Brasil

O lado humano, a morte inesperada do pai, a depressão que o levaram à bebida e à sabotagem da própria carreira, foram expostos.

De maneira corajosa por Adriano, no seu depoimento ao site Players Tribune.

A repercussão foi mundial.

Ficou o exemplo da fragilidade, da necessidade do acompanhamento psicológico dos jogadores de futebol. Mesmo os grandes ídolos, como Adriano foi. Com direito a ser aclamado como Imperador, pela torcida da Inter de Milão, no breve auge da carreira.

Mas, aos 39 anos, longe do futebol desde 2016, Adriano detestou a repercussão. Encarou como desprezo da imprensa o ênfase dado às suas bebedeiras que acabaram com seu alto nível em campo.

Sua resposta veio em dois vídeos nas suas redes sociais.

Mostrando toda sua mágoa, angústia, por ter suas próprias palavras reproduzidas.

"Vocês da imprensa são muito complicados. Falam: "Adriano está bebendo, gosta de beber". Mas é claro. Vocês não pagam minhas contas.

"Quem paga minhas contas é minha mãe!

"Uma coisa boa vocês tentam botar uma coisa ruim.

"Poxa, isso não se faz, cara. Vocês tem que parar com isso. Isso fica feio. Beber, todo mundo bebe. Vocês mesmos que estão falando mal da gente, enchem a cara de cachaça, mas só querem falar mal de nós. Meu deus, não façam isso."

Adriano sabe. Desperdiçou a chance de ter ido muito além do foi como jogador

Adriano sabe. Desperdiçou a chance de ter ido muito além do foi como jogador

Reprodução/Instagram

No segundo vídeo, ele troca a angústia pela ironia. 

"E outra coisa, que falem bem, que falem mal, mas falem de mim. Se tiver com raiva, morde as costas. Que papai do céu abençoe vocês, coisas ruins."

Adriano parou de jogar de verdade em 2012, quando fez oito partidas pelo Corinthians. Depois, fez quatro partidas esporádicas pelo Athletico Paranaense, em 2014. E mais uma, pelo Miami United, em 2016.

Passou dois anos prometendo que voltaria ao futebol.

Não conseguiu.

"Adriano tinha enorme talento. Poderia ter ido muito, mas muito mais longe pelo seu potencial. Acabou sendo um grande desperdício", resume Zico.

"Ele se largou", disse Leonardo Moura, ex-companheiro de Flamengo e amigo.

"O Adriano fez ótimos contratos, conseguiu um bom patrimônio. Ele vai viver tranquilo", disse Gilmar Rinaldi, ex-coordenador da Seleção Brasileira, que foi procurador do atacante por muitos anos.

O ex-jogador, que prefere passar a maior parte do tempo com seus amigos na favela Vila Cruzeiro, tem seu dinheiro investido em vários imóveis.

Adriano vendeu a lancha 'Didico' por R$ 6 milhões. Patrimônio chegaria a R$ 60 milhões

Adriano vendeu a lancha 'Didico' por R$ 6 milhões. Patrimônio chegaria a R$ 60 milhões

Reprodução/Instagram

Ele já vendeu uma lancha Leonard 72, toda negra, que mantinha na Itália, e era batizada de Didico, seu apelido, por R$ 6 milhões, em 2015.

Negociou também a casa que mantinha em Roma, por R$ 3,5 milhões.

Vendeu sua mansão no Rio de Janeiro, em março deste ano, por R$ 9 milhões.

E passou um tempo morando na suíte presidencial do hotel Grand Hyatt Hotel, em abril. R$ 2,7 mil. Com 145 m², com sala de estar e de jantar, cozinha gourmet, closet independente, banheiro  com banheira, e varanda ampla com uma vista para o mar, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Zico sempre foi 'fã' de Adriano. Resume a carreira do atacante. "Um desperdício"

Zico sempre foi 'fã' de Adriano. Resume a carreira do atacante. "Um desperdício"

Reprodução/Sportv

Celebridades como ele costumam ter enormes descontos.

De acordo com o jornal Extra, a fortuna do ex-jogador chegaria a R$ 60 milhões.

Adriano desfruta do que ganhou, nos poucos anos que conseguiu focar na carreira.

E que a depressão e o alcoolismo permitiram...

Adriano não se arrepende de sua trajetória: 'Desisti de milhões'

Últimas