Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cosme Rímoli - Blogs
Publicidade

Abel age como escudo de Leila contra a Mancha Verde. Diz que 'contratações' são os jogadores que o Palmeiras se negou a vender

O treinador português fica ao lado da presidente, diante da pressão das organizadas por contratações. E elogia o clube por não vender seus titulares. Vitória contra o perigoso Fortaleza abafou a crise que nascia

Cosme Rímoli|Do R7 e Cosme Rímoli

Raphael Veiga chuta a bandeira do escanteio. Palmeiras vence o Fortaleza abafa a crise
Raphael Veiga chuta a bandeira do escanteio. Palmeiras vence o Fortaleza abafa a crise Raphael Veiga chuta a bandeira do escanteio. Palmeiras vence o Fortaleza abafa a crise

São Paulo, Brasil

Leila Pereira tem em Abel Ferreira seu mais astuto defensor.

Não bastasse a coragem em abrir o jogo contra o perigosíssimo Fortaleza, para conseguir a necessária vitória por 3 a 1, no Allianz, pelo Brasileiro, que acabou com a pressão vinda da eliminação diante do São Paulo, nas quartas da Copa do Brasil, o português foi além.

Tratou de dar uma resposta direta à principal organizada, a Mancha Verde, que tanto pressiona a presidente por contratações, necessárias, por sinal. 

Publicidade

Inteligente destacou que a presidente conseguiu o que é mais difícil do que contratar atletas. 

Mas segurá-lo para o restante da temporada.

Publicidade

Ele, Gustavo Gómez, Luan, Zé Rafael, Piquerez, Vanderlan.

"Os jogadores tiveram e o treinador também teve (propostas), mas assinamos um contrato e temos obrigações a cumprir. Se quiser sair terá que pagar a cláusula, é simples. Se o clube entender que a oferta é baixa e é baixa para esses dois jogadores, mas se chegar um clube e pagar a cláusula do Gómez, Luan, Zé Rafael, Piquerez, Vanderlan, do treinador... todos esses que citei tiveram ofertas", 

Publicidade

A resposta foi certeira.

Ele quer ver destacada a competência de o Palmeiras manter o seu elenco fortíssimo, apesar das várias, e reais, sondagens de times estrangeiros.

"São muitos zeros, ganhei alguns quando era jogador e ganho um bocadinho agora como treinador, mas não é isso que me move. Me movo por aquilo que acredito e enquanto acreditar nesse projeto, pois sei qual é o projeto, que se estivesse cheio de dinheiro não seria eu que viria.

"Vários treinadores recusaram vir, um deles está em um grande clube brasileiro que disse que o Palmeiras não tinha capacidade para lutar (Jorge Sampaoli).

"O outro estava na Grécia com uma água espetacular, uma piscina espetacular e veio correr risco. Corri o risco de ficar sem a minha mulher, mas é o risco que não posso correr."

Abel foi um mestre em valorizar a postura de Leila.

Mas ele mesmo sabe o quanto o seu Palmeiras precisa de reforços.

Não fosse assim, ele mesmo não teria conversado com o empresário de Jean Lucas, versátil jogador de meio-campo que trocou o Monaco pelo Santos. O agente francês Soufiane Ait ouviu os planos que o treinador português tinha para seu atleta, mas não o convenceu a ganhar mais e atuar no Allianz Parque.

Leila e Abel. São parceiros de verdade. A noite foi de Abel defender a presidente, tão cobrada pela Mancha
Leila e Abel. São parceiros de verdade. A noite foi de Abel defender a presidente, tão cobrada pela Mancha Leila e Abel. São parceiros de verdade. A noite foi de Abel defender a presidente, tão cobrada pela Mancha

Era Jean Lucas que o executivo de futebol, Anderson Barros revelou que o Palmeiras estava negociando.

A vitória contra o Fortaleza deixou o ambiente mais leve.

Fez com a Mancha Verde não tivesse a adesão dos torcedores comuns, nas vaias, nos xingamentos contra Leila e Barros no Allianz Parque.

Mas a procura por um volante continuará.

Wendel, do Zenit, se mostra mais tentado a atuar no Flamengo.

O Racing segue insistindo em 8 milhões de euros, cerca de R$ 42,6 milhões.

Leila autorizou Barros a oferecer 6 milhões de euros, R$ 31,9 milhões.

A direção do Racing segue firme em não querer diminuir o preço.

Cobrança muito forte da Mancha Verde, antes do jogo. Abel, inteligente, defendeu Leila e valorizou seu time
Cobrança muito forte da Mancha Verde, antes do jogo. Abel, inteligente, defendeu Leila e valorizou seu time Cobrança muito forte da Mancha Verde, antes do jogo. Abel, inteligente, defendeu Leila e valorizou seu time

Abel ainda quer um meia ofensivo, o Palmeiras sonda o mercado.

Para ajudar, e até revezar com Rapahel Veiga.

Mas o clube mostra muita dificuldade.

Nesse ponto, as organizadas palmeirenses têm razão.

Leila Pereira só autoriza gastos com jogadores que poderão ser vendidos com lucro no futuro.

Daí a grande dificuldade do Palmeiras em contratar...

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.