Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Abel Ferreira garantiu: fica até o final de 2025. Não quer deixar o Palmeiras, clube que tem total domínio. Para alívio de Leila Pereira

De forma espontânea, Abel Ferreira falou para um fórum de Portugal. Garantiu hoje que ficará no Palmeiras até o final de 2025. Ou seja, cumprirá seu contrato. E embolsará, R$ 65 milhões, de acordo com a imprensa de Lisboa

Cosme Rímoli|Do R7 e Cosme Rímoli

Abel Ferreira garantiu, falando para Portugal, ficar no Palmeiras até o final de 2025. Paz para Leila Pereira
Abel Ferreira garantiu, falando para Portugal, ficar no Palmeiras até o final de 2025. Paz para Leila Pereira Abel Ferreira garantiu, falando para Portugal, ficar no Palmeiras até o final de 2025. Paz para Leila Pereira (Cesar Greco/Palmeiras)

São Paulo, Brasil

Certeza de Abel Ferreira até o final de 2025.

Mais um ano e nove meses de paz, para Leila Pereira, que será reeleita presidente do Palmeiras, no final deste ano.

A promessa saiu da boca do próprio treinador português.

Ele participou do Fórum da Associação Nacional de Treinadores de Futebol, de Portugal.

Pela Internet, ele mostrou toda sua gratidão ao Palmeiras.

"O clube onde eu estou é um clube que me valoriza, que me reconhece, onde te sentes parte do processo. Estou bem onde estou, estou onde quero estar, a minha família está comigo e, felizmente, cheguei a um momento da minha vida que posso escolher onde quero estar e dificilmente nos próximos dois anos irei para algum lado", disse, de maneira espontânea, sincera.

Leila Pereira sabe que já houve assédio da Arábia Saudita, do Catar e até de empresários representando clubes franceses. 

Mas Abel Ferreira disse não.

Por dois motivos.

O primeiro, sem fantasia, é que não surgiu convite de uma grande equipe do 'primeiro mundo' do futebol mundial.

Abel sonha em voltar para a Europa para trabalhar em uma equipe com potencial para lutar pela Champions League.

O que ele mesmo considera difícil.

Sabe que o futebol sul-americano não é reconhecido pelos dirigentes dos grandes clubes europeus.

O trampolim que espera é o Mundial de 2025, que o Palmeiras já está classificado. E Abel acredita que o clube brasileiro poderá disputar para lutar pelo título.

Se conseguir, o cenário ficará mais aberto.

Por mais que tenha conquistado duas Libertadores e outros sete títulos, os europeus são resistentes ao futebol sul-americano. Pois sabem que os melhores jogadores do mundo estão lá. E o nível técnico dos campeonatos ficam muito abaixo não só da Champions, como da Liga Europa.

Daí Abel não ter tido nenhum convite 'irresistível'.

Já teve para ganhar bem mais no mundo árabe.

Mas seu planejamento é sair do Brasil e voltar para a Europa.

Leila nem precisaria, já que tem a certeza da reeleição. Mas Abel Ferreira servirá como cabo eleitoral
Leila nem precisaria, já que tem a certeza da reeleição. Mas Abel Ferreira servirá como cabo eleitoral Leila nem precisaria, já que tem a certeza da reeleição. Mas Abel Ferreira servirá como cabo eleitoral (Reprodução/Twitter @palmeiras)

"Foi no Brasil que um clube de ponta me deu oportunidade de mostrar todo o meu potencial, porque só com bons jogadores e com uma estrutura que luta para ser campeão é que tu podes mostrar todo o teu potencial. É como os jogadores, para seres campeão tens de te juntar aos melhores e foi o que fiz", insistiu Abel.

Outro motivo para que o treinador, que recebe muito bem no Palmeiras, salário digno de Europa, é o controle absoluto do futebol do clube paulista.

Receber, de acordo com o jornal português 'O Jogo', 12 milhões de euros, cerca de R$ 65 milhões, por duas temporadas. 

São cerca de 500 mil euros por mês, ou seja, R$ 2,7 milhões.

O dinheiro é excelente, mas o domínio de todo departamento de futebol, 'puxando' ou barrando os atletas da base para o profissional, não aceitando uma contratação sem o seu crivo, assim como nenhuma venda, é algo raríssimo.

Como a 'troca' que ele fez com Leila desde a temporada passada.

Não indicar jogadores caros para que os titulares não fossem vendidos.

Abel Ferreira deu mais uma demonstração hoje de quanto está satisfeito.

O traz tranquilidade para Leila.

Mas a dirigente, em campanha para a fácil reeleição, já prometeu a parceiros.

Fará de tudo para que Abel Ferreira fique até o final de 2027, quando acabará seu segundo mandato.

Mas ela mesmo sabe que será uma tarefa quase impossível.

No planejamento para a sua vida, o técnico quer voltar para a Europa, em 2026.

Lembrando que o português chegou ao Brasil em outubro de 2020...

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.