Cosme Rímoli Abel Ferreira errou. E o Palmeiras sofreu para empatar com o América

Abel Ferreira errou. E o Palmeiras sofreu para empatar com o América

América, de Lisca Doido, jogou de igual para igual com Palmeiras. Abel Ferreira errou ao deixar Viña e Luan fora. Brincou com sorte

  • Cosme Rímoli | Do R7

Gustavo Gómez fez de cabeça, após lateral de Marcos Rocha. Evitou derrota

Gustavo Gómez fez de cabeça, após lateral de Marcos Rocha. Evitou derrota

Cesar Greco/Palmeiras

São Paulo, Brasil

Abel Ferreira tem culpa no frustrante empate em 1 a 1, do Palmeiras, contra o América, no Allianz Parque. Embora o time de Lisca Doido seja a surpresa da Copa do Brasil, não há comparação entre o milionário elenco paulista com mineiro, que disputa a Segunda Divisão. 

O treinador português decidiu dar descanso para Viña, diante de um adversário que marca muito forte, com intensidade. Ele precisava de jogadas ofensivas pelos lados do campo.

Gustavo Scarpa, meia que o treinador português resgatou, atuou improvisado. 

Não rendeu.

E também decidiu Luan, que vive bom momento, no banco. Deu chance para Emerson Santos, que está treinando bem. Só que, sem sequência, ritmo de jogo, falhou de forma inaceitável para uma semifinal da Copa do Brasil.

"(Foram)Opções do treinador. Temos intensas competições. Antes de eu chegar, Viña tinha feito 18 jogos seguidos, então é difícil manter o rendimento técnico, tático e físico, afeta o mental também.

"Temos o calendário congestionado, a pandemia obrigou ter jogo atrás de jogo, sem descansar, temos de nos sacrificar, não dá para descansar. Foram opções como serão em outros jogos", disse irritado, ciente que havia errado.

Assim também como não conseguiu evitar que o Palmeiras cometesse um erro primário, contra o América Mineiro. A lentidão para enfrentar a compactação adversária.

"Temos que fazer a bola rodar, jogar simples e rápido. Pensamos muito com a bola no pé. Quando isso acontece, o adversário fecha os espaços.", admitiu.

O erro foi de Abel. 

Gustavo Scarpa fez muita falta atuando como meia.

Abel Ferreira percebeu que errou. Rodízio em semifinal de Copa do Brasil é brincar com a sorte

Abel Ferreira percebeu que errou. Rodízio em semifinal de Copa do Brasil é brincar com a sorte

Cesar Greco/Palmeiras

O Palmeiras teve grande dificuldade para conseguir entrar na defesa do América. E ainda sofreu, quando Lisca Doido colocou seu time marcando sob pressão, no campo palmeirense.

Não fosse um grande vacilo, na costumeira cobrança de lateral de Marcos Rocha na grande área, e a cabeçada de Gustavo Gómez, no último lance do primeiro tempo, a partida poderia ter sido até pior para o Palmeiras, que conseguiu igualar o placar, depois do gol de Ademir, aproveitando falha infantil de Emerson Santos.

Mas no gol do América, há o mérito de o time mineiro estar com suas linhas altas, travando a saída de bola palmeirense.

"Temos que entrar com mais dinâmica, mais velocidade, pensar menos com a bola no pé, tem de girar para abrir espaço. A bola não pode parar, ela tem que andar, ela nunca se cansa. Fomos lentos na circulação.

"Na segunda parte não fizemos, a bola não quis entrar no gol adversário. Mas volto a referir, era um adversário que nada tem a perder, faz o jogo da vida e tem qualidade", seguiu dizendo o tenso Abel, tentando desmerecer o América. O português sabia do imenso favoritismo que sua equipe tinha nesta primera semifinal.

Gabriel Menino estava exageradamente individualista, prendendo a bola. Fez uma fraca partida como meio-campista.

"O Menino foi para o meio pela lesão do Patrick, o Zé Rafael teve a entorse grave no tornozelo, colocamos o Menino no meio, ele conhece, hoje não fez o melhor jogo dele, mas vem de vários jogos. Tem tido bom desempenho na lateral ou no meio, hoje prendeu um pouco mais a bola, mas é um guerreiro, um campeão, quer servir a equipe em qualquer posição", admitiu Abel.

Por tudo que falou o treinador palmeirense, ele está sentindo seus jogadores cansados. E ele deverá poupar vários deles no domingo, contra o Bragantino, no Allianz Parque, pelo Brasileiro, que o treinador sabe ter mínima chance de conquista.

Palmeiras tinha 'obrigação' de vencer em casa. Mas não conseguiu criar chances. Lento

Palmeiras tinha 'obrigação' de vencer em casa. Mas não conseguiu criar chances. Lento

Cesar Greco/Palmeiras

Quer chegar com seu melhor time na semana que vem, em Belo Horizonte, no jogo que definirá o finalista da Copa do Brasil.

Abel sabe que irá precisar.

O América de Lisca Doido está muito bem.

E mostrou.

Não tem medo do Palmeiras...

Curta a página do R7 Esportes no Facebook.

Neymar no top 3! Veja atletas que mais cobram por post do Instagram

Últimas