Cosme Rímoli Abel Ferreira anunciado no Palmeiras. Currículo pobre preocupa

Abel Ferreira anunciado no Palmeiras. Currículo pobre preocupa

O português de 41 anos não tem um título. Treinou o Braga e o PAOK, onde fracassou. Diretores e conselheiros questionam se está pronto para o Palmeiras

  • Cosme Rímoli | Do R7

Abel Ferreira apresentado como técnico do Palmeiras. Um novato português

Abel Ferreira apresentado como técnico do Palmeiras. Um novato português

Palmeiras

São Paulo, Brasil

Não houve supresa alguma.

Como desejava Mauricio Galiotte.

Às 20 horas, foi anunciada oficialmente a contratação de Abel Ferreira pelo Palmeiras.

Mero protocolo, porque os importantes veículos de comunicação deste país já vinham anunciando que a negociação estava mais do que certa.

Como este blog, que o PAOK já até decidia que o uruguaio Pablo Garcia seguiria no lugar de Ferreira, que fracassou com seu projeto na Grécia.

O jornal grego Gazzetta informa que Ferreira deverá chegar ao Brasil na segunda-feira, direto para acompanhar Palmeiras e Atlético Mineiro. O clube paulista ainda será comandado por Andrey Lopes, o Cebola. 

Ferreira assinou contrato até o final de 2022. 

Galiotte queria até o fim do seu mandato,ao término de 2021.

Mas o português exigiu dois anos e dois meses de contrato.

Ou então ele não aceitaria o convite.

Abel conseguiu uma multa rescisória alta.

Galiotte acompanhou toda a negociação por telefone. Sabe que não pode errar mais

Galiotte acompanhou toda a negociação por telefone. Sabe que não pode errar mais

Palmeiras

E trabalhou com o Braga e o PAOK.

Não ganhou sequer um título.

Sua carreira é curta.

Assumiu o Braga em 2017.

Lida com profissionais por três anos apenas.

Pupilo de Jesualdo Ferreira, ele sabe que os clubes brasileiros mandam embora treinador com muita facilidade.

Jesualdo mesmo, foi despachado do Santos, depois de oito meses de trabalho.

O novo treinador palmeirense tem apenas 42 anos.

Trabalhou dois anos como técnico de base. E depois, como comandante dos times B do Sporting e do Braga.

O treinador é defensor do futebol ofensivo.

E de muita participação de jovens jogadores formados na base, como quer Galiotte.

Tornar o Palmeiras um grande vendedor de atletas.

Ele é o oitavo treinador europeu a comandar o futebol do clube. 

E o 23º da história.

A atual diretoria segue sem um perfil de time definido.

Começou com Eduardo Batista, passou por Cuca, tentou Alberto Valentim, apostou em Roger Machado, recuperou Felipão, acreditou em Mano Menezes, se decepcionou com o velho Vanderlei Luxemburgo.

O português Abel Ferreira não era sonho de Galiotte.

Ele sonhava com o espanhol Miguel Ángel Ramírez, que preferiu ficar no futebol equatoriano, no Independiente del Valle.

O atual presidente palmeirense está cada vez mais isolado.

A oposição que parecia 'morta', começa a renascer com os fracassos.

Os conselheiros da ala do ex-presidente Paulo Nobre, inimigo mortal de Galiotte, ganham força com a falta de rumo do futebol no Palmeiras.

A dona da Crefisa, e candidata à sucessão do atual presidente, Leila Pereira, segue incomodada. Há queixas e críticas demais contra a atual gestão.

Não há euforia nos bastidores do poder no clube.

Todos sabem que Abel Ferreira é um novato.

Que não tem sequer uma conqusta.

Mas a aposta no técnico estrangeiro prevaleceu.

Mesmo que não tenha prestígio internacional.

Sempre é bom lembrar Galiotte.

Não são todos os portugueses como Jorge Jesus...

Últimas