Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cosme Rímoli - Blogs
Publicidade

“A Globo abandonou. Não temos patrocínio. Ninguém quer vir. Se não fosse o nosso grupo, o Santos cairia no Paulista e iria para a Série C.”

Áudio do presidente do Santos, Marcelo Teixeira, não poderia ser mais direto. Dirigente desabafa sobre a situação do Santos. E ainda ironiza jogadores do atual elenco. ' Ninguém veio, o time é o Mendoza, Mendoco, é o Mecuco, é o Pituco....É aquela bos... que estava lá. "

Cosme Rímoli|Cosme RímoliOpens in new window


Marcelo Teixeira ironiza elenco santista. E cria clima pesadíssimo na Vila Belm,iro

“Olha, vou falar uma coisa para vocês.

" Se não é o nosso grupo, vai para a C. O Santos ia ser rebaixado no Campeonato Paulista nesse ano e ia para a Série C desse ano.

“Porque os argumentos iam ser os mesmos: O culpado, Rueda, ele deixou, TransferBan, não temos dinheiro, a Globo abandonou, a TV não tem dinheiro, não temos contrato, não tivemos chance, não tivemos tempo para fazer contrato com ninguém, ninguém para patrocinar, ninguém quer vir”, acrescentou.

“O time é o Mendoza, o Mendoco, o Mecuso, Pituco.

Publicidade

" É aquela bos... que estava lá.

“Com aquele time, aquela filosofia, era barranco abaixo!”

Publicidade

O áudio está confirmado, é do presidente Marcelo Teixeira.

E vazou nesta manhã em Santos.

Publicidade

Logo se tornou manchetes em sites específicos que cobrem o clube.

Além de matéria principal nas rádios e tevês do Litoral paulista.

Nos bastidores, a questão é tratada como uma ‘traição’ de alguém que participava de um jantar com Teixeira e deixou o celular gravando, quando presidente desabafava.

A situação santista é complicada.

Deve mais de R$ 350 milhões.

O sonho de um novo estádio, com início prometido para maio de 2023, até agora não saiu do papel.

O acordo com a construtora WTorre foi feito e refeito inúmeras vezes.

O time faz campanha decepcionante na Segunda Divisão.

É apenas o quinto colocado.

Em 12 partidas ganhou seis, empatou uma e perde cinco.

Tem 19 pontos em 36 possíveis.

E há sérias divergências entre o treinador Fábio Carille e Marcelo Teixeira.

A começar pelos treinamentos.

O dirigente gostaria que fossem em dois períodos.

E não apenas em um, como é na maioria das vezes.

Teixeira cobra maior desempenho físico dos jogadores.

Acabou a harmonia entre Carille e Teixeira. Não será surpresa se o treinador deixar o Santos

Mas Carille alega que não há necessidade, já que o Santos joga uma só vez por semana.

Porque não está classificado para nenhuma outra competição.

Nada de Libertadores, Sul-Americana e nem Copa do Brasil.

Além disso, há vários atletas veteranos no atual elenco.

O medo do treinador é que se machuquem com excesso de treinamentos.

Carille também está descontente com Teixeira.

Seus reforços pedidos não foram contratados.

Hugo Teixeira, Igor Rabello, Ademir, Gustavo Mosquito Léo Natel e Pedro Raul.

A direção alegou não ter dinheiro para trazer reforços para a Vila Belmiro.

Tudo que já estava ruim, tenso, piorou.

O vazamento do áudio mostra Teixeira desvalorizando o time que ele mesmo montou.

Há enorme preocupação em relação à volta ‘obrigatória’ à Série A.

A convicção que dominava Carille, os atletas e o presidente já se desfez.

Para piorar, o Corinthians tem o treinador santista na alça de mira.

Caso António Oliveira seja demitido, ele é um dos primeiros da lista de Augusto Melo...




Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.