Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cosme Rímoli - Blogs
Publicidade

A dois meses de completar 40 anos, Thiago Silva. Lento e sem mercado na Europa, Fluminense repete sua sina. Contratar ídolos veteranos

Jogador volta para o clube que o lançou. 16 anos depois. Teve ótima carreira nos clubes europeus. Mas fracassos marcantes com a Seleção Brasileira. Sem mercado na Europa, retorna para encerrar a carreira, daqui dois anos. O Fluminense é obcecado por seus ex-jogadores

Cosme Rímoli|Cosme RímoliOpens in new window

Fluminense não teve dificuldade em acertar com Thiago Silva. Não havia concorrência

O Fluminense anunciou hoje, com pompa e circunstância, o que já se sabia desde o início do ano.

A volta de Thiago Silva.

Ele será apresentado no Maracanã, entre maio e junho.

Depois de 16 temporadas atuando na Europa, ele retorna.

Publicidade

Só poderá atuar em julho, quando reabre a janela de transferências.

Em setembro, completará 40 anos.

Publicidade

Assinou contrato por dois anos, ficará até julho de 2026, quando irá se aposentar.

A primeira indicação do atual estágio do jogador foi a postura do Chelsea.

Publicidade

Não colocou nenhum obstáculo para sua saída, não tentou renovar seu contrato.

Na última temporada, Thiago Silva teve sérias contusões na virilha, o que impediram de atuar por várias partidas.

Só jogou 26 pelo clube inglês.

Muito técnico, ótimo cabeceador, mas seu defeito, a lentidão, aumentou nos últimos anos.

Era criticado por imprensa e torcida inglesas.

A sua situação pode ser resumida com a possibilidade de liberação antecipada pelo Chelsea.

Basta ele abrir mão dos salários, do contrato que termina em junho, algo muito difícil.

A volta do jogador era uma obsessão do presidente Mario Bittencourt.

Assim como foi a volta de Marcelo.

Parte dele essa vontade de ter ídolos de volta, não importa a idade.

O treinador Fernando Diniz não pôde vetar.

Sabe que seu elenco será o mais envelhecido entre os principais aspirantes a títulos em 2024.

Ele já tem uma zaga com muita idade.

Felipe Melo fará 41 anos no mês que vem.

Manoel, 34 anos.

Na lateral esquerda, Marcelo fará 36 anos em cinco dias.

Paulo Henrique Ganso completará 35 em outubro.

Renato Augusto tem 36 anos.

E Douglas Costa em setembro terá 34 anos.

Thiago Silva passou por três clubes gigantes na Europa.

Milan, PSG e Chelsea.

Seu estilo sóbrio, de muita visão de jogo, busca de atalhos no gramado, facilitou sua longa passagem.

Foram quatro anos na Itália, quatro na França e quatro na Inglaterra.

Conseguiu incríveis 28 títulos.

O mais importante, a Champions League, com o Chelsea, na temporada 2020/2021.

Para a torcida do Fluminense ele segue sendo um ídolo incontestável.

Só que para os demais brasileiros, não.

Thiago Silva desabando de chorar. Esse era o capitão da Seleção Brasileira

Suas passagens pelas Copas do Mundo de 2014, 2018 e 2022 foram frustrantes, decepcionantes.

Principalmente por ser capitão do time, no torneio disputado no Brasil.

Sua crise de choro depois que o Brasil eliminou o Chile, nas cobranças de pênaltis, é inesquecível.

Como o pênalti inexplicável, dando um tapa na bola contra o Paraguai, na Copa América de 2027, que provocou a disputa de pênaltis e a eliminação do Brasil.

Thiago Silva com dois sentimentos.

O primeiro é a empolgação da torcida do Fluminense, que o anunciou oficialmente hoje como ‘O Monstro está de Volta’.

O segunda, a desconfiança dos demais torcedores.

Lento, inconstante, facilmente abalado psicologicamente.

Com contusões importantes.

E a dois meses de completar 40 anos.

Mas com salário importante.

Cerca de R$ 1,5 milhão a cada mês.

Este é o preço para o Fluminense o ter de volta.

Depois de esperar por 16 anos...









Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.