Cosme Rímoli A bagunça continua. Ferj obriga Globo a mostrar Flu x Botafogo

A bagunça continua. Ferj obriga Globo a mostrar Flu x Botafogo

A Ferj conseguiu liminar que obriga a Globo a transmitir Flu e Botafogo. E a final da Taça Rio. Multa de R$ 5 milhões em cada partida se  descumprir

  • Cosme Rímoli | Do R7

Globo promete lutar. Nem na Ditadura Militar foi obrigada a transmitir jogo

Globo promete lutar. Nem na Ditadura Militar foi obrigada a transmitir jogo

Reprodução Sportv

São Paulo, Brasil

A semana mais surreal do futebol carioca continua.

Depois de o Flamengo fazer história, na quarta-feira, usar a Medida Provisória 948 e transmitir por seu canal na Internet, o jogo contra o Boavista, na quarta-feira...

Leia mais: Andrés pressionado. Diretoria exige Tevez de volta ao Corinthians

Depois de a Globo rescindir o contrato de transmissão do Carioca, na quinta-feira...

A sexta-feira à noite reservava uma surreal surpresa.

A Federação Carioca conseguiu liminar que obriga a Globo a transmitir Fluminense e Botafogo, no domingo, em uma das semifinais da Taça Rio.

E ainda o jogo final.

Desde que o mandante não seja o Flamengo, que não tem contrato com a Globo.

Se a emissora se recusar, a multa é de R$ 5 milhões por jogo.

A decisão foi da juíza Eunice Bittencourt Haddad, da 24ª Vara Cível.

Os principais argumentos são que a Ferj não é responsável pelo Flamengo transmitir o jogo contra o Boavista, o que não justifica a rescisão do contrato por parte da Globo.

E que torcedores que já acompanham o Carioca seriam prejudicados, não vendo os jogos decisivos.

Foi uma vitória de Rubens Lopes.

O presidente da Ferj estava sendo desmoralizado com a rescisão da Globo. Com o Campeonato Carioca perdendo os holofotes.

Mas a liminar pode ser cassada.

É ordem da cúpula da emissora.

Não passar pelo vexame de ser obrigada a transmitir jogos.

Nem a Ditadura Militar forçou que alguma transmissão foi feita, alegam diretores globais.

O departamento jurídico da Globo foi instruído para recorrer, não permitir que a liminar prevaleça.

A emissora quer se livrar de vez do Carioca.

Deste ano e da transmissão, anteriormente acertada, até 2024.

Lopes tentou o apaziguamento com a Globo. 

Leia mais: O desespero de quem enfrenta o Flamengo de Jorge Jesus

Mas encontrou fortíssima resistência.

A direção da emissora se sentiu desrespeitada, humilhada pela transmissão do jogo do Flamengo, mesmo tendo contrato de exclusividade do torneio e com o Boavista.

Houve muita queixa pela inércia, falta de atitude de Rubens Lopes, na sede de emissora.

Daí a decisão pela rescisão.

Lopes foi cobrado pelos clubes.

A não aceitar essa desmoralização do Carioca.

Principalmente das direções de Fluminense e Botafogo.

E viu como única opção processar a Globo.

A emissora entrará na justiça neste sábado.

Ela já havia retirado os equipamentos do estádio Nilton Santos.

O clima é de revolta na Globo.

Transmitir um jogo por imposição da justiça é algo surreal.

Cujo resultado é imprevisível.

A confusão acontece em pleno auge da pandemia.

O Carioca de 2020 é o mais bizarro de todos os tempos...

Internado após acidente: relembre a carreira de Alessandro Zanardi

Últimas