Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cosme Rimoli Copa 2018
Publicidade

O drama de Neymar. Dores do pé operado o tiram do treino

O atacante já é dúvida contra a Costa Rica. E preocupa de verdade Tite. As pancadas que recebeu contra a Suíça fazem seu pé doer ao chutar a bola

Cosme Rímoli|Do R7 e Cosme Rímoli

A situação de Neymar é muito preocupante. As dores são no pé operado
A situação de Neymar é muito preocupante. As dores são no pé operado A situação de Neymar é muito preocupante. As dores são no pé operado

Sochi, Rússia.

Neymar chegou para o treinamento sorrindo, feliz. Foi o último a entrar em campo. Com uma camisa amarrada nas costas. Mas a alegria sumiu do seu rosto em dez minutos. Bastou começar a bater na bola com o pé direito.

Ele entrou em uma 'roda de bobinho' grande, no meio de campo. Mas assim que começou a chutar com o pé, que foi operado há três meses, passou a fechar a fisionomia. Os sorrisos desapareceram (assista ao vídeo abaixo).

Discretamente, ele passou para uma roda de bobinhos menor, do lado do campo. Tite entrou nela, para descontrair. Ela estava mais próxima dos jornalistas.

Publicidade

A imprensa ficaria apenas 20 minutos e o restante do treino da Seleção seria fechado. Mas as dores começaram a aumentar. Neymar passou a chutar a bola só com o esquerdo. Mas a bola insistia em procurar seu pé direito. Ele chutou três vezes, fazendo careta. Na quarta, balançou a cabeça, irritado. E grit um palavrão aos sentir a bola tocando seu pé.

"P...q...pariu!"

Publicidade

Bate com raiva uma bola que estava do seu lado, de esquerda. E irritado, deixou o treino, sem ordem de ninguém. O fisiologista Bruno Mazziotti se apressou a abraçá-lo. E tentou acalmá-lo falando ao seu ouvido.

Neymar se tornou a grande dúvida para a partida de sexta-feira. Tem chances sérias de não enfrentar a Costa Rica.

Publicidade

Os jornalistas implararam para que o médico Rodrigo Lasmar dar entrevista. Mas ele não quis. Mandou o assessor de imprensa Vinicus Rodrgues, dar entrevista. 

E ele tentou acalmar a imprensa.

"Calma, gente. Ele só teve um desconforto no tornozelo direito. Não no pé direito. As dores são no tornozelo. Ele vai treinar amanhã. As dores vieram das pancadas que recebeu contra a Suíça. Já estava previsto que ele o Neymar faria um treino curto."

Se o assessor estava otimista, assim como o médico, quem viu Neymar treinando não ficou com essa impressão. Muito pelo contrário. Na hora que Neymar estava sendo amparado pelo fisiologista Tite olhava a cena estarrecido. Era evidente sua enorme preocupação.

Estava claro que o treino não seria tão curto assim para Neymar.

Mesmo se o camisa 10 se recuperar a tempo, está claro que a situação é mais do que preocupante. Ele já estava sem ritmo. Agora, com dores no pé direito, o pé que foi operado há três meses. Ninguém tem condições de dizer o que acontecerá se ele tomar uma forte pancada no mesmo local daqui a três dias.

Também há o lado psicológico. Neymar nunca teve de operar. E a sua recuperação da fratura no pé direito foi lenta, levou três meses. E o mesmo pé o atormenta. Há inúmeros fatores ruins no que aconteceu no treino de hoje. 

Se ele não puder entrar em campo, Tite terá de mudar seu esquema. A chance maior é que Douglas Costa ocupe sua vaga. Ou deslocar Philippe Coutinho para a esquerda e colocar Renato Augusto no meio.

O Brasil precisa ganhar a partida de sexta-feira.

Perder Neymar era tudo o que Tite não queria.

Pela fisionomia de Neymar, a preocupação é grande.

Resta torcer que ele só fique fora uma partida...

Assista ao vídeo e veja o treinamento de Neymar:

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.