Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cosme Rimoli Copa 2018
Publicidade

Eliminação da Espanha serve de alerta. Seriedade contra o México

Marcelo fora do jogo é uma prova de quanto Tite não quer dar a mínima chance para os mexicanos. Nada de arriscar. Sem dar chance à eliminação

Cosme Rímoli|Do R7 e Cosme Rímoli

A eliminação da Espanha foi um aviso. Brasil ainda mais sério contra o México
A eliminação da Espanha foi um aviso. Brasil ainda mais sério contra o México A eliminação da Espanha foi um aviso. Brasil ainda mais sério contra o México

Samara, Rússia

O que aconteveu com a Espanha diante da Rússia refletirá diretamente na concentração, no foco do Brasil diante dos mexicanos. Nada de acreditar no favoritismo absoluto. De jeito algum. A Seleção entrará mais séria do já entraria na primeira partida eliminatória da Copa do Mundo.

A prova é Marcelo fora da partida. O lateral esquerdo tem mínimas condições de jogo. Fez exercícios e se movimentou como os outros jogadores, no treinamento de hoje, no reconhecimento do gramado de Samara. Mas há dois motivos importantes para que fique na reserva. 

E o Brasil começe a partida com Filipe Luis. 

Publicidade

A primeira é óbvia. E qualquer pessoa sem neurônios pode entender. O estado físico de Marcelo está abaixo do seu reserva. É evidente. Afinal, o jogador teve um espasmo nos músculos de sustentação da coluna há quatro dias.

Mas o outro e decisivo motivo é que Filipe Luís defende muito melhor do que Marcelo. 

Publicidade

Tite sabe que a recomposição será fundamental no jogo eliminatório de amanhã contra o México. E a única chance de o México vencer a partida será nos contragolpes pelas laterais.

"Falei com o Marcelo. Numa situação normal, ele jogaria. O que não pode é o técnico colocar um atleta em situação de insegurança num jogo desse. Eu disse a ele como é legal ter um cara que foi para o campo, ele quer participar. Isso mostra sua responsabilidade, seu comprometimento, mas me foi colocado que ele teria 45 ou 60 minutos de tempo de segurança. Não posso num jogo decisivo."

Publicidade

O treinador brasileiro não podera ser mais explícito. 

Se tivesse obcecado para vencer de qualquer maneira, colocaria Marcelo, já que poderia contar com ele por uma hora em campo. Mas Tite conhece Osório e a Seleção Mexicana. Já assisti com todo o cuidado a derrota da Alemanha diante do time de Osório. E ficou impressionado com a aplicação tática e e os contragolpes em bloco, que foram responsáveis por uma das maiores surpresas da Copa.

E entre manter Marcelo, sem plenas condições e com dificuldades para marcar, o melhor para o Brasil será mesmo ter Filipe Luís. Ou seja, embora muito favorito, o Brasil terá preocupações táticas. 

Na única vez que teve Osório pela frente foi quando treinava o Corinthians e o colombiano o São Paulo. O clássico terminou 1 a 1, dominado pela equipe do Morumbi. 

Tite espera o México com muma marcação forte, com duas linhas de quatro e cinco jogadores fechando a intermediária. E buscando os contragolpes em bloco. Principalmente pela laterais. 

A falta de eficiência dos espanhóis proporcionou a alegria de Afinfeev
A falta de eficiência dos espanhóis proporcionou a alegria de Afinfeev A falta de eficiência dos espanhóis proporcionou a alegria de Afinfeev

"Vou falar minha expectativa como técnico: que a equipe repita o padrão do último jogo, daí para mais. Não vou fugir da minha responsabilidade, é de reproduzir o aspecto técnico, tático, físico, emocional, porque é decisivo, o padrão do jogo anterior."

O sonho dourado de Tite é fazer seu time vencer o jogo nos 90 minutos. Porque o calor em Samara é senegalesco. A previsão para amanhã é de 34 graus, no horário da partida. 18 horas aqui na Rússia. O que não significa muito, já que costuma anoitecer após as 20 horas no verão russo.

Não quer a prorrogação. E dos pênaltis.

Para não dar a chance que a Espanha deu, sendo eliminado pela Rússia nos pênaltis.

A maior esperança do treinador para que isso aconteça está no desempenho de Neymar, que melhora a cada partida.

A empolgação do treinador cresceu no jogo contra a Sérvia. A concentração, o foco, a solidariedade do atacante do PSG.

"Ele jogou muito, jogou demais. Ele sabe e nós sabemos o preço que ele pagou para retomar esse nível. Ele retomou seu nível máximo, com técnica, função tática, baixou para ajudar marcação, transição com bolas, precisão de finalização e finta pessoal. Amanhã eu não sei, mas ele retomou o alto nível."

Filipe Luis será titular pelo seriedade que Tite encara o jogo de amanhã
Filipe Luis será titular pelo seriedade que Tite encara o jogo de amanhã Filipe Luis será titular pelo seriedade que Tite encara o jogo de amanhã

Não há a menor dúvida o que aconteceu com a Espanha, franca favorita contra a Rússia, afetará a atuação do Brasil diante dos mexicanos. O time entrará mais sério, mais focado do que nunca.

Não vai deixar o favoritismo contagiar seu time...

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.