Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Blog do Nicola
Publicidade

Palmeiras, Corinthians, Cruzeiro, Santos... Saiba quanto Gabigol pede para sair do Flamengo

Encostado no Flamengo após admitir que está de saída, atacante faz uma série de exigências aos vários interessados

Blog do Nicola|Jorge NicolaOpens in new window


Presidente do Fla, Rodolfo Landim quer negociar Gabigol já

Três milhões de reais por mês, entre salários, direitos de imagem e luvas. Eis a pedida de Gabigol para os interessados em contratá-lo. O atacante, que ganha R$ 1,6 milhão no Flamengo, ainda exige um contrato de cinco anos de seu novo empregador para deixar a Gávea em julho.

O plano inicial de Gabi era permanecer no Fla até 31 de dezembro, saindo de graça. Ele, inclusive, já pode assinar um pré-contrato com qualquer interessado a partir desta segunda-feira. Mas, a pedido do presidente Rodolfo Landim, o Rubro-Negro tem feito pressão para que o atleta saia nesta janela de transferências.

Foi por isso que Gabigol foi cortado até do banco de reservas no domingo, contra o Cruzeiro, e também não estará na lista de relacionados contra o Atlético-MG. O artilheiro já tem cinco partidas no Brasileirão e ficará impossibilitado de atuar por um rival se disputar mais dois jogos.

A pedida de R$ 3 milhões e cinco anos de contrato é exatamente a que Gabigol teria direito se Landim tivesse assinado o acordo verbal estabelecido entre as partes, em outubro do ano passado. Na última hora, porém, o presidente recuou e desistiu da renovação. Recentemente, ele ofereceu a prorrogação do vínculo por um ano, enfurecendo o jogador.

Gabigol já tem em mãos uma oferta do Santos de R$ 2 milhões por mês, entre salários, direitos de imagem e luvas. O valor equivale a 25% da folha salarial inteira do Peixe. Mas não há pressa do atacante e de seu staff para definir o próximo clube.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.