Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Vasco e 777 vivem crise! Sonho de muitos é trocar 777 pela Crefisa 

Pedrinho nega, mas está irritado com a gestora vascaína e sonha em trocá-la pela Crefisa, de José Roberto Lamacchia

Blog do Nicola|Do R7 e Jorge Nicola

Pedrinho entrega camisa do Vasco a Leila Pereira, que é vascaína desde a infância
Pedrinho entrega camisa do Vasco a Leila Pereira, que é vascaína desde a infância Pedrinho entrega camisa do Vasco a Leila Pereira, que é vascaína desde a infância (Arquivo pessoal/Instagram)

Pedrinho já negou publicamente, mas está revoltado com a gestão da 777 à frente da SAF do Vasco. E o presidente cruz-maltino não é o único em São Januário que sonha em trocar a empresa norte-americana pela Crefisa, do empresário José Roberto Lamacchia. 

A relação entre clube e 777 só piora a cada dia. A última treta foi causada pelos americanos, que enviaram notificação a Pedrinho o proibindo de comentar qualquer coisa sobre a SAF. Detalhe: como presidente do Vasco, ele representa os 30% da SAF que são da associação. 

Mas Pedrinho tem vários outros motivos para lamentar a parceria. Desde que tomou posse, em janeiro, o presidente descobriu que sua palavra tem efeito zero nas decisões ligadas ao futebol. Ele também tem sido ignorado em relação à intenção de assumir o consórcio do Maracanã, às obras de São Januário...

Recentemente, a 777 solicitou à Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) que trate apenas com ela em quaisquer temas relacionados ao Vasco, ignorando o ex-jogador. Pouco após assumir a presidência, Pedrinho chegou a visitar a Ferj, para estreitar a relação com os dirigentes da federação.

Pedrinho gravou um vídeo nesta semana assegurando que a relação com a 777 era boa e que seu contato com Lamacchia tem como objetivo reformar São Januário. A Crefisa, uma das empresas do marido de Leila Pereira, ajudaria comprando os naming rights do estádio.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.