Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Opinião: PSG corre risco real de cair na fase de grupos da Champions

Sem Messi nem Neymar, clube francês dá enorme azar e integra a única chave realmente pesada da Liga dos Campeões

Blog do Nicola|Do R7 e Jorge Nicola

Mbappé não teve sorte na Champions
Mbappé não teve sorte na Champions Mbappé não teve sorte na Champions

Neymar e Messi devem estar rindo à toa, enquanto Mbappé tem motivos para se preocupar. É que o reformulado PSG foi, de longe, o mais azarado do sorteio que definiu os grupos da Liga dos Campeões da Europa, realizado nesta quinta-feira (31). O time francês está na Chave F, com risco real de ser eliminado antes mesmo de chegar ao mata-mata.

Nem o fato de ser cabeça de chave aliviou a vida do PSG, que disputará uma das duas vagas nas oitavas de final com o Borussia Dortmund, da Alemanha, Milan, da Itália, e o Newcastle, da Inglaterra. Não há nenhum outro grupo com quatro candidatos reais à classificação. Talvez, nem três. 

O Real Madrid, que perdeu o status de cabeça de chave nesta edição, terá um caminho bem mais tranquilo. A chave C tem Real, Napoli, Braga e Union Berlin. Difícil imaginar algo diferente das passagens de Real Madrid e Napoli.

Abaixo, minhas projeções para cada um dos oito grupos.

Publicidade
Sorteio ocorreu nesta quinta (31) e dividiu os 32 clubes em oito grupos
Sorteio ocorreu nesta quinta (31) e dividiu os 32 clubes em oito grupos Sorteio ocorreu nesta quinta (31) e dividiu os 32 clubes em oito grupos

GRUPO A: Bayern de Munique, Manchester United, Copenhagen e Galatasaray

Bayern e United são muito favoritos à classificação. A grande dúvida é sobre quem ficará com a primeira colocação. Já Copenhagem e Galatasaray devem brigar pelo terceiro lugar, que assegura passagem para a Liga Europa.

Publicidade

GRUPO B: Sevilla, Arsenal, PSV e Lens

O Arsenal é o time a ser batido no Grupo B, apesar de o Sevilla ter excelente retrospecto em competições europeias, ou melhor, na Liga Europa. PSV e Lens precisariam jogar em seu maior nível para sonhar com a passagem para o mata-mata. Mas a tendência é que disputem um lugar na Liga Europa.

Publicidade

GRUPO C: Napoli, Real Madrid, Braga e Union Berlin

O Real Madrid deu muita sorte. Além de fugir dos gigantes da Europa entre os cabeças de chave (caiu com o Napoli), o time espanhol ainda está ao lado do Braga e do Union Berlin. A tendência é de Real Madrid em primeiro, Napoli em segundo, Union Berlin em terceiro e Braga em último.

GRUPO D: Benfica, Inter de Milão, RB Salzburg e Real Sociedad

Uma das surpresas da Champions passada, o Benfica deve concorrer com a Inter de Milão pela ponta do Grupo D. Hoje, RB Salzburg e Real Sociedad aparecem abaixo em termos de investimento, qualidade do elenco e projeção. 

GRUPO E: Feyenoord, Atlético de Madri, Lazio e Celtic

O grupo mais fraco da Liga dos Campeões da temporada 2023-2024. Exceto pelo Atlético de Madri, que nem vive seu melhor momento, todos os integrantes desta chave não têm expectativa de ir muito além das oitavas de final. Até por isso, imaginar quem será o segundo colocado do Grupo E é um bom exercício de futurologia.

GRUPO F: PSG, Dortmund, Milan e Newcastle

Na teoria, o quarto integrante de cada grupo é o candidato a saco de pancadas. Mas, se não bastasse a presenças de PSG, Dortmund e Milan numa mesma chave, o Newcastle ainda surgiu como o último da relação. Logo o Newcastle, que tem a família real saudita como dona, conta com um time interessante e já consegue bons resultados na Premier League. Nesta chave, até o PSG corre o risco real de eliminação.

GRUPO G: Manchester City, Leipzig, Estrela Vermelha e Young Boys

Pep Guardiola não pode reclamar do sorteio. Seu City tem tudo para ser o primeiro colocado, com o Leipzig disparado na vice-liderança. A única dúvida fica para a disputa entre Estrela Vermelha e Young Boys pela terceira colocação. 

GRUPO H: Barcelona, Porto, Shakhtar e Royal Antuerp

Em fase de reconstrução, o Barcelona é mais um com motivos para festejar a composição dos grupos. O gigante espanhol é o favorito à liderança, com o Porto correndo por fora. O Shakhtar, que tenta se reerguer depois da guerra que devastou a Ucrânia, vai medir forças com o Royal Antuerp, da Bélgica.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.