Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Blog do Nicola
Publicidade

Leila Pereira já admite o fim da Era Crefisa no Palmeiras

Presidente alviverde revelou a pessoas próximas que seus patrocínios devem dar lugar a uma casa de apostas em 2025

Blog do Nicola|Jorge NicolaOpens in new window

Ficou muito caro! Crefisa e FAM teriam de aumentar consideravelmente os aportes para concorrer com as bets

Patrocinadora máster do Palmeiras desde 2015, a Crefisa vive seus últimos meses de parceria com o clube. O blog apurou que o Verdão já tem duas ofertas de casas de apostas dispostas a pagar muito mais do que os atuais R$ 81 milhões por ano que Crefisa e FAM bancam por todos os espaços no uniforme. Os contratos com Crefisa e FAM se encerram em 31 de dezembro deste ano.

A melhor oferta neste momento é da Esportes da Sorte, que oferece R$ 130 milhões. A casa de apostas, que já banca R$ 22 milhões por ano pelo time feminino, quer ficar com todas as propriedades do time masculino. A Pixbet é outra interessada no Palmeiras, mas se dispõe a ficar apenas com o peito e as costas.

A pessoas próximas, Leila Pereira, que é presidente do Palmeiras e dona da Crefisa e da FAM, já revelou que não está disposta a cobrir tais ofertas.

Inclusive, existia pressão entre conselheiros da situação e da oposição para que Leila abrisse mão de seus patrocínios neste ano, de olho na possibilidade de o Palmeiras aumentar seus lucros já em 2024. A presidente, porém, ignorou os pedidos e disse que o atual contrato será cumprido.

A verdade é que os patrocínios da Crefisa e da FAM, que foram por anos os maiores do país, ficaram extremamente defasados. O Corinthians, por exemplo, fatura R$ 120 milhões por ano com a Vaidebet apenas pelo espaço no peito da camisa. Já o Flamengo ganha R$ 85 milhões da Pixbet pelo máster.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.