Blog do Nicola Ex-Cruzeiro, Pezzolano entra na pauta do São Paulo

Ex-Cruzeiro, Pezzolano entra na pauta do São Paulo

Tricolor segue série de entrevistas com técnicos brasileiros e estrangeiros em busca de substituto para Dorival 

Paulo Pezzolano conversou com dirigentes do São Paulo e deixou ótima impressão

Paulo Pezzolano conversou com dirigentes do São Paulo e deixou ótima impressão

Divulgação/Valladolid

Paulo Pezzolano entrou nas últimas horas na lista de possibilidades do São Paulo. O técnico uruguaio, que passou pelo Cruzeiro, inclusive, já conversou com o Tricolor. O Tricolor tem conversado com uma série de treinadores em busca de um substituto para Dorival Júnior, novo comandante da seleção brasileira.

Pezzolano trabalha atualmente no Valladolid, clube espanhol que tem Ronaldo Fenômeno como dono. O time é o terceiro colocado na segunda divisão da Espanha, na briga pelo acesso por um lugar em La Liga. 

Clique aqui e receba as notícias do R7 Esportes no seu WhatsApp
Assine a newsletter R7 em Ponto

A maior dificuldade em relação ao uruguaio é convencê-lo a voltar ao Brasil depois de, enfim, chegar à Europa. Quando deixou o Cruzeiro, no ano passado, Pezzolano havia afirmado que tinha o sonho de trabalhar no Velho Continente e priorizaria convites de lá.

Desde segunda-feira, o São Paulo já conversou com pelo menos sete treinadores. Alguns já estão descartados, como Guillermo Barros Schellotto e Bruno Lage. Preferido de muitos torcedores, Pedro Martins também ficou distante por causa de sua multa rescisória de US$ 3 milhões no Al Gharafa, do Catar. O português revelou vontade de trabalhar no Morumbi, mas a questão financeira se tornou um impeditivo.

Luis Zubeldía é um dos favoritos. O argentino de 42 anos tem sido bem-avaliado desde segunda-feira e participa de uma videoconferência com a cúpula tricolor nesta quarta-feira. Técnico campeão da Sul-Americana pela LDU, no ano passado, Zubeldía conhece a fundo o elenco do São Paulo e já eliminou o clube em duas oportunidades - na própria Sul-Americana de 2023 e na edição de 2020.

Claudio Caçapa e Thiago Carpini conversaram com Julio Casares e companhia nesta terça-feira. O primeiro não empolgou. Já o segundo, que tem contrato no Juventude, deixou boa impressão, mas pesa contra sua pouca experiência - Carpini nunca dirigiu um clube na Libertadores, nem no Brasileiro da Série A.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas