Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Corinthians exige aumento do valor pago pela Nike e revela ofertas de concorrentes

Timão exige mais do que os R$ 30 milhões anuais da empresa norte-americana, com quem tem contrato desde 2003

Blog do Nicola|Do R7 e Jorge Nicola

António Oliveira com camisa de treino do Corinthians exibindo o logotipo da Nike
António Oliveira com camisa de treino do Corinthians exibindo o logotipo da Nike António Oliveira com camisa de treino do Corinthians exibindo o logotipo da Nike (Rodrigo Coca/Corinthians)

Uma das parcerias mais antigas do futebol brasileiro pode terminar em dezembro. É que o contrato de 11 anos entre Corinthians e Nike se encerra no fim do ano e o presidente Augusto Melo já deixou claro que só aceitará a cláusula de prorrogação automática do acordo se a empresa norte-americana reajustar os valores.

Atualmente, o Timão tem direito a R$ 30 milhões fixos por ano. O contrato é só o terceiro maior do Brasil, atrás dos R$ 69 milhões do Flamengo com a Adidas e dos R$ 33 milhões do Palmeiras com a Puma — o Verdão já tem um acordo para ficar com a Adidas a partir de janeiro de 2025, por R$ 41 milhões.

Importante: todas as cifras se referem apenas aos valores fixos a que têm direito os três grandes.

Augusto afirma a pessoas mais próximas que já foi procurado por duas concorrentes da Nike — os nomes são mantidos em sigilo. A ideia é contar com um parceiro disposto a pagar perto dos R$ 69 milhões do Flamengo. 

A prioridade é da Nike e o novo presidente alvinegro assegura que a relação entre clube e fornecedora melhorou desde a janeiro. As partes têm debatido sobre novos modelos de camisas, além de outras ações que poderiam gerar mais receitas.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.