Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Blog do Nicola
Publicidade

Comissão de R$ 25 milhões no Corinthians entra na mira do MP

Timão repassa 7% do valor do contrato com a Vaidebet a uma empresa cujo dono apoiou Augusto Melo na eleição

Blog do Nicola|Jorge NicolaOpens in new window

Comissão suspeita? Presidente Augusto Melo se desentendeu com Rubão justamente por causa do contrato com a Vaidebet

O Corinthians corre o risco de entrar nas páginas policiais nos próximos dias. É que o Ministério Público de São Paulo estuda abrir investigação em cima da comissão de R$ 25,2 milhões prometida pelo presidente Augusto Melo no contrato de patrocínio com a Vaidebet.

O valor equivale a 7% dos R$ 360 milhões que serão pagos pelo máster nos próximos três anos. Só que Alex Cassundé, dono da Rede Social Media Design LTDA, empresa que receberá as comissões, participou da campanha eleitoral de Augusto. E mais: é amigo de Sergio Moura, diretor de marketing e responsável pelo acordo com a Vaidebet.

Para completar, é importante dizer que a Rede Social Media nunca havia atuado como intermediária em qualquer acordo. Sua primeira nota emitida para receber o pagamento do Corinthians ocorreu, inclusive, sem que a agência tivesse autorização para tal recebimento.

Membros do Conselho Deliberativo do Corinthians solicitaram que o Ministério Público investigue o caminho do dinheiro. “Estamos muito curiosos para saber se as parcelas de R$ 700 mil que estão sendo pagas pelo Corinthians ficam só na agência ou não”, afirma um conselheiro alvinegro importante.

Augusto Melo e Rubão, seu diretor de futebol, romperam a parceria de seis anos justamente por causa do contrato com a Vaidebet. Rubão se recusa a falar publicamente sobre o tema, mas sabe-se que ele fez fortes cobranças ao presidente. E, desde então, tem sido ameaçado de demissão.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.