Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Blog do Nicola
Publicidade

Bagunça geral: Fla registrou 4 casos de indisciplina em 45 dias

Socos na cara, nariz quebrado, falta em treino, xingamentos a dirigente... Flamengo coleciona tretas no vestiário

Blog do Nicola|Jorge Nicola e Jorge Nicola


Varela foi parar no hospital nesta terça-feira, após ter o nariz fraturado por soco de Gerson
Varela foi parar no hospital nesta terça-feira, após ter o nariz fraturado por soco de Gerson

Além de ser o mais caro do Brasil, o elenco do Flamengo é também o mais indisciplinado. E os últimos 45 dias estão aí para provar. Foram quatro problemas desde 2 de julho, quando Gabigol xingou o vice-presidente de futebol do clube, Marcos Braz, no intervalo do jogo contra o Fortaleza, pelo Campeonato Brasileiro.

Gabigol estava furioso após se contundir por causa do estado ruim do gramado do Maracanã. Ele e Braz trocaram palavrões, assustando quem estava por perto. A coisa só não ficou pior porque Gerson interveio. Logo Gerson, responsável por um dos atos de indisciplina recentes. Gabigol foi multado.

Em 30 de julho, o torcedor do Flamengo achou que dormiria feliz e tranquilo, afinal, o time havia vencido o Atlético-MG por 2 a 1, fora de casa. Mas a noite terminou numa delegacia de polícia, com boletim de ocorrência e pedido de demissão. Tudo começou quando Pedro se recusou a continuar o aquecimento, apesar de Sampaoli ainda ter uma substituição para fazer.

No vestiário, Pablo Fernández, preparador físico de Sampaoli, foi tirar satisfação com o atacante. Depois de dar três tapas no rosto, o argentino acertou um soco na boca de Pedro. Gerson, outra vez, intercedeu pegando Pablo pelo pescoço e colocando-o contra a parede, até que os ânimos se acalmassem. Pablo acabou pedindo demissão, antes de ser dispensado.

Publicidade

· Compartilhe esta notícia no WhatsApp

· Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

A indisciplina não parou por aí. Pedro faltou ao primeiro treino depois da confusão no estádio Independência. Até por isso, o centroavante acabou multado em 5% do salário e suspenso de um jogo.

A quarta e última confusão levou um jogador para o hospital. Nesta terça-feira, Gerson e Varela se desentenderam no treino, o uruguaio tentou chutar o meia, que desviou e revidou com um soco. Varela foi atingido no nariz, que ficou fraturado. Diante do enorme sangramento, o lateral precisou ser levado para um hospital, onde recebeu pontos. Seu olho também foi atingido.

Publicidade

Como nos outros casos, Gerson e Varela foram multados com um percentual do salário, mas acabaram livres da suspensão e poderão enfrentar o Grêmio nesta quarta-feira, na semifinal da Copa do Brasil.

Não são só Gerson e Varela: relembre outras brigas entre companheiros de time

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.