Pressionado, Coritiba tem desfalques e retornos para encerrar série de derrotas

Com três derrotas no Campeonato Brasileiro, o Coritiba retorna a campo muito pressionado. Nesta quarta-feira, às 21h30, visita o Corinthians, em Itaquera, pela quarta rodada. A equipe já vinha de duas derrotas nas finais do Campeonato Paranaense, perdendo o título para o rival Athletico, o que significa uma série de cinco derrotas. O técnico Eduardo Barroca avaliou a situação complicada e garantiu que todos estão trabalhando muito para buscar uma saída.

"Minha única preocupação é tentar encontrar as soluções internas para reverter essa situação o mais rápido possível. Claro que quando tivermos o retorno de alguns jogadores, ficaremos mais fortes. Mas não tenho o hábito de lamentar ausências. Os jogadores à disposição terão minha confiança. Eles estão lutando e empenho é uma coisa que não falta neste grupo. Vamos falar pouco e trabalhar bastante para conseguir um resultado positivo já contra o Corinthians", afirmou o técnico.

Até agora o Coritiba enfrentou e foi derrotado por Internacional, Bahia e Flamengo, todos pelo mesmo placar: 1 a 0. Com isso, está em último lugar e é a única equipe que ainda não somou pontos.

Além deste retrospecto negativo e do clima de tensão, Barroca não poderá contar com três titulares: o lateral-direito Jonathan, lesionado, e os volantes Nathan Silva, poupado, e Renê Junior, expulso no último duelo. O zagueiro reserva Rodolfo Filemon levou o terceiro cartão amarelo no banco e também virou desfalque.

Por outro lado, o técnico terá os retornos do volante Matheus Sales e o do meia Giovanni, recuperados de lesões e opções para o banco. Poupado do último jogo, o lateral-direito Patrick Vieira assumirá a titularidade com a ausência de Jonathan.