Esportes Preocupado com 'tempo perdido', Crespo promete manter rodízio no São Paulo

Preocupado com 'tempo perdido', Crespo promete manter rodízio no São Paulo

Hernán Crespo não teve motivos para comemorar em seu retorno ao São Paulo. Após ficar fora em três jogos, o treinador voltou na noite de quarta-feira e comandou a equipe paulista na conquista de sua primeira vitória neste Brasileirão, no triunfo sobre o Internacional por 2 a 0, em Porto Alegre. Apesar do resultado positivo, que traz alívio ao clube, o argentino disse estar preocupado com o "tempo perdido" enquanto esteve com covid-19.

Crespo ficou afastado por cerca de 20 dias entre testes positivos e a quarentena. Neste período, foram dois empates e uma derrota, que empurraram a equipe para a zona de rebaixamento do Brasileirão. O argentino agora quer tentar recuperar este tempo perdido de trabalho.

"Estive fora por 20 dias neste mês, é muito. Trabalhar assim é muito difícil para os atletas e perdemos muito tempo. Agora temos que recuperar o tempo perdido para tentarmos nos recuperar na tabela", afirmou o treinador, tentando ganhar novo embalo no comando do atual campeão paulista.

Nesta busca, ele garante que vai manter o rodízio de jogadores no time titular. Com o fim da Copa América, no sábado, a Copa Libertadores será retomada na próxima semana. E o São Paulo precisará se desdobrar para disputar em três competições ao mesmo tempo, afinal também está na Copa do Brasil.

"Realmente é uma experiência extraordinária de trabalhar com tantos jogos. Se a gente tem a possibilidade de chegar na final de todas as competições que estamos, vamos jogar muitos. Precisamos de todos e o São Paulo demonstrou que pode jogar todos. Todos os jogadores podem jogar. Vamos só tentar escolher corretamente", disse o técnico.

Crespo evitou antecipar qualquer preferência nas futuras escalações. "Achamos que a ideia é aquela de pensar jogo a jogo, independentemente do campeonato. O São Paulo merece respeitar o Brasileiro, a Copa do Brasil e a Libertadores. O melhor jeito que conheço para preparar é jogo a jogo."

Para encarar esta maratona, Crespo conta com o apoio da diretoria, apesar dos resultados ruins neste início de trajetória no Brasileirão. Em seu retorno ao time, na segunda-feira, o treinador teve reunião com parte dos dirigentes do São Paulo para tentar explicar a má fase na competição.

"Na reunião com os dirigentes, normalmente temos um diálogo constante. Desta vez não foi exceção. Sabemos que a situação é difícil e continua, mas acreditamos no trabalho, na união de todos. É um momento complicado, situação de covid-19 complicada, uma vez que voltei, graças a Deus, pela minha saúde, poder falar de uma situação que ainda é difícil", comentou o treinador.

Últimas