Esportes Prata no Rio, Felipe Wu fica apenas em 32º no tiro esportivo nos Jogos de Tóquio

Prata no Rio, Felipe Wu fica apenas em 32º no tiro esportivo nos Jogos de Tóquio

Medalha de prata na Olimpíada do Rio/2016, Felipe Wu foi eliminado na primeira fase da pistola de ar 10m, neste sábado, nos Jogos de Tóquio-2020. No Campo de Tiro de Asaka, o atirador ficou apenas em 32º lugar entre os 36 competidores, ao somar 566 pontos.

O indiano Chaudhary Saurabh foi o primeiro colocado com 586 e deverá disputar o ouro diante dos chineses Bowen Zhang, que ficou na segunda colocação, e Wei Pagn, sétimo colocado. O alemão Christian Reitz, o ucraniano Pavlo Korostylov, o iraniano Javad Foroughi, o sul-coreano Mose Kim e o sérvio Damir Mikec são os outros atiradores com possibilidades de subirem ao pódio.

Único representante brasileiro do tiro esportivo nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, Felipe Wu viveu um ciclo olímpico de altos e baixos. Após a conquista da medalha de prata no Rio-2016, teve uma lesão no ombro, caiu de rendimento e, por pouco, não ficou fora da atual edição do evento. A classificação só veio em março deste ano, após a quarta colocação na Copa do Mundo de Nova Déli, última competição qualificatória, quando deu um salto no ranking.

Atual 10º do mundo, o atleta também teve dificuldades de competir no exterior por causa da pandemia do novo coronavírus. Apesar de tudo, o paulista de 29 anos acreditava no seu potencial e na chance obter uma nova medalha olímpica.

Últimas