Esportes Partida entre França e Portugal marca o reencontro de Benzema e Cristiano Ronaldo

Partida entre França e Portugal marca o reencontro de Benzema e Cristiano Ronaldo

Muito da esperança de gols de França e Portugal, no jogo desta quarta-feira, pela Eurocopa, está nos pés de Karim Benzema e Cristiano Ronaldo. Hoje rivais na Puskás Arena em Budapeste, na Hungria, a partir das 16 horas (de Brasília), os dois atuaram por nove temporadas juntos no Real Madrid. Ambos chegaram à equipe espanhola em 2009 e conquistaram títulos importantes, incluindo quatro Liga dos Campeões.

"O melhor elogio que se pode fazer a Karim Benzema é que Cristiano Ronaldo queria que ele estivesse no Real Madrid", comentou recentemente José Mourinho, treinador de ambos na capital espanhola de 2010 a 2013, em crônica para o tabloide inglês The Sun. "Benzema faz muito por todos os atacantes ao seu redor. É provavelmente o único número 9 que conheço que não é egoísta em seu jogo."

Cristiano Ronaldo sempre fez questão de reconhecer publicamente o trabalho de Benzema. Em fevereiro de 2018, por exemplo, o francês atravessava uma má fase e Cristiano Ronaldo decidiu ajudá-lo na goleada por 4 a 0 contra o Alavés, pelo Campeonato Espanhol. Primeiro, o astro português pediu ao público que festejasse o seu companheiro de equipe apontando-lhe o dedo após uma assistência do francês. Depois, desistiu de cobrar um pênalti, para deixar Benzema bater.

A parceria acabou em 2018, com a saída de Cristiano Ronaldo para a Juventus. Desde então, Benzema ganhou destaque e é o maior goleador do Real Madrid, mas frequentemente diz que gostaria de jogar com seu amigo novamente, mesmo reconhecendo que agora se destaca mais e tem mais opções para ser o protagonista, sem ter um gigante como Cristiano Ronaldo ao seu lado.

"Só direi que a saída do Cristiano me permitiu desempenhar um papel diferente. Ele marcava 50 ou 60 gols por ano e tinha que se adaptar ao seu jogo. Ele é um dos melhores do mundo e fiquei feliz por estar ao lado dele", declarou em entrevista à Icon, revista do jornal espanhol El País.

Nesta quarta-feira, em Budapeste, os dois atacantes voltaram a se encontrar no mesmo campo, mas desta vez como adversários na partida de encerramento do grupo F. Este duelo é possível graças ao fato de Benzema ter sido reintegrado à seleção francesa após mais de cinco anos.

Até o momento, Cristiano Ronaldo tem se destacado mais na Eurocopa, com três gols, enquanto Benzema ainda não marcou. Na última Euro, em 2016, Portugal foi campeão contra uma França na qual Benzema não estava presente.

Últimas