Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Pan - Conexão Chile
Publicidade

Punida, Guatemala compete sem seu nome e bandeira, mas está na frente da Argentina no Pan

País caribenho tem 12 medalhas no total; sendo três de ouro, quatro de prata e cinco de bronze

Pan-Americanos|Do Live BR, de Santiago (Chile)


Sem bandeira, nem hino, guatemaltecos fazem boa campanha no Pan
Sem bandeira, nem hino, guatemaltecos fazem boa campanha no Pan

A Guatemala, suspensa pelo Comitê Olímpico Internacional, em decorrência das interferências do governo no comitê olímpico local, enviou uma delegação de atletas independentes para participar dos Jogos Pan-Americanos.

Sem fazer nenhuma alusão à bandeira nem ao Hino Nacional e competindo de maneira neutra, guatemaltecos e guatemaltecas enchem o país da América Central de orgulho, com honrosa campanha nos jogos de Santiago. Em solo chileno já são 12 medalhas, sendo três idas silenciosas ao lugar mais alto do pódio. 

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

O país caribenho discumpriu com as premissas da Carta Olímpica, sendo causa da suspensão a interferência do governo local no próprio comitê olímpico, revogando o último processo eleitoral da entidade. O imbróglio que envolveu Gerardo Aguirre, que comandava o Comitê Olímpico da Guatemala desde 2014 e seu opositor Jorge Rodas, foi alçado à corte eleitoral de esportes federados. 

Publicidade

Leia também

Os atletas guatemaltecos, que apoaiaram Rodas, seguem fazendo bonito em solo chileno. A delegação de atletas indepentendes conta com 79 integrantes, sendo 40 homens e 39 mulheres, que disputam medalhas em 17 categorias distintas. Já são três ouros, quatro pratas e cinco bronzes até o momento, além da nona colocação no quadro de medalhas do Pan.

Para ter um referencial da campanha dos atletas independentes, a equipe está na frente da Argentina (décima colocada). Esta, por sua vez, possui 22 medalhas no total, mas com apenas duas de ouro, e fica atrás dos atletas que não têm sua nação reconhecida pelo COI.

Confira as principais esperanças de medalhas para o Brasil no Pan-Americano de Santiago

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.