Esportes Pâmela Rosa revela lesão após eliminação precoce no skate na Olimpíada de Tóquio

Pâmela Rosa revela lesão após eliminação precoce no skate na Olimpíada de Tóquio

Chegando com o status de favorita aos Jogos Olímpicos de Tóquio, a brasileira Pâmela Rosa não conseguiu chegar à decisão do skate, disputada na madrugada desta segunda-feira, pelo horário de Brasília. Ela ficou na 10ª posição, somando 10,06 contra 11,77 da norte-americana Alexis Sablone, última classificada à final.

Líder do ranking mundial, Pâmela foi a primeira brasileira a ir para a pista. Estava na terceira bateria, ao lado de duas japonesas, uma francesa e uma norte-americana. Ela errou três das suas sete tentativas - três notas são descartadas - e mandando manobras com baixa pontuação.

Após a eliminação precoce, a skatista brasileira usou as redes sociais para revelar que tinha uma grave lesão no tornozelo, que impediu que seu desempenho fosse o esperado. Em uma foto, Pâmela mostrou o tornozelo inchado e roxo. Esse tipo de lesão é comum no skate, mas dificulta a realização dos movimentos, principalmente no street, em que as manobras exigem flexibilidade dos pés e força para o impacto.

"Mais uma vez enfrentei uma competição lesionada, mas essa lesão não me parou, fui até onde consegui. Agradeço imensamente todas as energias positivas, toda torcida e todo o apoio", disse Pâmela pelas redes sociais.

Mais tarde, Rayssa Leal foi a única brasileira a avançar à final - Leticia Bufoni também foi eliminada na fase classificatória. E, aos 13 anos, a adolescente faturou a medalha de prata, a segunda do Brasil no skate. No sábado, Kelvin Hoefler também levou a prata no street.

Últimas