Esportes Ouro no badminton, atletas da Indonésia ganham vacas, terrenos e café grátis

Ouro no badminton, atletas da Indonésia ganham vacas, terrenos e café grátis

Cinco vacas, alguns terrenos, apartamentos e café grátis pelo resto da vida. Estes são alguns dos prêmios prometidos para Greysia Polii e Apriyani Rahayu, dupla da Indonésia campeã olímpica de badminton na Olimpíada de Tóquio. A medalha de ouro veio após vitória sobre as chinesas Chen Quing e Fan Jia Yi por 2 sets a 0, com parciais de 21/19 e 21/15.

Após a final da modalidade em Tóquio, o presidente indonésio, Joko Widodo, emitiu uma mensagem de parabéns para as atletas, afirmando ainda que a vitória foi um "presente antecipado" pelo Dia da Independência, comemorado em 17 de agosto. Rahayu e Polii receberão uma premiação em dinheiro do governo.

Uma liderança política do distrito de Konawe, onde Apriyani nasceu, revelou a um site local que o governo regional presenteará as duas atletas com cinco vacas e um terreno onde poderão construir residências. Em Jacarta, na capital do país, uma corretora imobiliária também prometeu um apartamento para cada atleta.

Além da premiação em dinheiro, terrenos e apartamentos, a medalha de ouro garantiu a Polii e Rahayu café grátis por toda a vida. Uma cafeteria de Jacarta revelou que ambas poderão consumir gratuitamente no local sempre que quiserem. Telefones celulares e assinaturas de revistas também foram oferecidas à dupla.

A medalha de ouro na chave feminina de duplas do badminton é a única da Indonésia até o momento em Tóquio. Na modalidade, que reina no local, foi conquistado também um bronze no simples masculino, além de outros dois terceiros lugares e uma prata no levantamento de peso.

Últimas