Esportes Organizada do Botafogo emite nota ameaçando jogadores e Textor rebate: 'É uma piada?'

Organizada do Botafogo emite nota ameaçando jogadores e Textor rebate: 'É uma piada?'

Fogão perdeu a liderança do Campeonato Brasileiro faltando quatro rodadas para o fim do torneio

Agência Estado
Resumindo a Notícia
  • Clube perde liderança e entra em conflito com torcida. Textor expõe ameaças e critica organizada.

  • Presidente responde à organizada, chamando-a de inútil e menos respeitada. Destaca apoio à equipe.

  • Fúria Jovem pede afastamento de jogadores. Textor defende elenco e cobra respeito.

  • Presidente é figura central na crise do Botafogo, pondo em dúvida até a integridade do torneio.

Textor contratou estudo para apontar supostos erros de arbitragem a favor do Palmeiras, mas esqueceu os possíveis erros contrários ao Palestra

Textor contratou estudo para apontar supostos erros de arbitragem a favor do Palmeiras, mas esqueceu os possíveis erros contrários ao Palestra

Vitor Silva/Botafogo

O clima do Botafogo vai de mal a pior. Após perder a liderança do Brasileirão de forma definitiva e já não depender mais de si para ser campeão, o clube entrou em um conflito com os próprios torcedores.

John Textor fez uso das redes sociais para expor ameaças sofridas por jogadores feitas pela organizada, que pediu a saída de vários atletas, até mesmo do meia Eduardo, um dos destaques da equipe no primeiro turno.

"Sério? Isso é uma piada? Vocês são a menos respeitada e mais inútil das nossas maravilhosas torcidas organizadas. A família Botafogo sente dor, mas não se levanta com vocês. Respeite os homens que deram a esperança de sonhar de novo", disse Textor, dono de 90% da SAF do clube.

• Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
• Compartilhe esta notícia no WhatsApp
• Compartilhe esta notícia no Telegram
• Assine a newsletter R7 em Ponto

A declaração do presidente é embasada também na nota divulgada pela organizada do clube:

"A Fúria Jovem do Botafogo exige o afastamento imediato de jogadores frouxos e omissos que não representam a nossa vontade de ser campeões. Eduardo, Di Plácido, Marlon Freitas e Cuesta compõem um elenco sem sangue, trazendo enorme frustração nesta reta final do Campeonato. Joga por amor ou o inferno vai começar. Exigimos todos no banco. Dê espaço para quem quer vencer. Salário em dia, porrada em falta".

Textor é a cara do Botafogo neste momento de crise. Ele é visto constantemente em jogos e com os jogadores. Inclusive, contratou uma empresa independente para analisar os possíveis erros de arbitragem no Campeonato Brasileiro.

O dono da SAF chegou a dizer que o torneio foi corrompido e que sua equipe deveria estar muito à frente de seus adversários na tabela de classificação.

Apesar das declarações, o Botafogo aparece em segundo, com 61 pontos, um atrás do líder Palmeiras. O próximo desafio, que pode recolocar o time na ponta, é diante do Santos, neste domingo (26), às 16h, no Engenhão, no Rio de Janeiro.

Goleada sofrida pelo Corinthians gera chuva de memes e piadas; confira os melhores

Últimas