Olimpíadas Ketleyn Quadros e Yudy Santos estreiam pelo judô em Tóquio 2020

Ketleyn Quadros e Yudy Santos estreiam pelo judô em Tóquio 2020

Na categoria até 63 kg do feminino, brasileira enfrenta atleta de Honduras. No masculino até 81 kg, o adversário é israelense

Ketleyn e Yudy estreiam pelo judô no 5º dia dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020

Ketleyn e Yudy estreiam pelo judô no 5º dia dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020

Reprodução/Gaspar Nóbrega/COB

O 5º dia dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 tem a estreia de dois brasileiros no judô. Primeiro, ainda nesta segunda-feira (26), às 23h30, Ketleyn Quadros enfrenta Cergia David, de Honduras, na categoria para atletas de até 63 kg. Já na madrugada de terça (27), à 0h06, é a vez de Eduardo Yudy Santos enfrentar o israelense Sagi Muki, na categoria até 81 kg.

Aos 33 anos, Ketleyn disputa sua segunda Olimpíada. Na primeira, em Pequim 2008, ela entrou para história ao conquistar a medalha de bronze e ser a primeira mulher brasileira medalhista em esporte individual em Jogos Olímpicos. No entanto, ela não conseguiu se classificar para as duas Olimpíadas seguintes, em Londres 2012 e Rio 2016, e retorno agora para Tóquio 2020.

Antes mesmo de começar a disputa em Tóquio, o nome de Ketleyn já vem chamando atenção nesta Olimpíada. Primeiro, porque ela foi, ao lado de Bruninho, do vôlei, porta-bandeira do Brasil na cerimônia de abertura. A posição ganhou ainda mais importância devido a decisão do COB (Comitê Olímpico Brasileiro) de não mandar atletas para o evento, e os dois representaram toda a comissão.

O outro motivo é a festa que os familiares de Ketleyn fez no Distrito Federal, onde moram, por ter a judoca de volta aos Jogos Olímpicos. A família exibiu uma faixa na fachada da casa escrita "minha filha Ketleyn Quadros está nas Olimpíadas de Tokyo". Atualmente 8ª colocada no ranking internacional do judô na categoria até 80 kg, ela será a primeira a representar o Brasil neste 5º dia de jogos.

Depois da Ketleyn, é a vez Yudy Santos. Aos 26 anos, ele participa pela primeira vez de uma Olimpíada. O judoca conquistou a vaga em Tóquio 2020 depois de alcançar a melhor pontuação, de 2.645 pontos, entre os candidatos à vaga na categoria para atletas de até 81 kg no Brasil. Atualmente, Yudy ocupa a 24ª posição no ranking internacional de judô da categoria.

Últimas