Olimpíadas Izabela Rodrigues fica sem medalha no lançamento do disco em Tóquio

Izabela Rodrigues fica sem medalha no lançamento do disco em Tóquio

Primeira brasileira a estar em uma final da modalidade ficou em 11º lugar. Norte-americana Valerie Allman conquistou o ouro

  • Olimpíadas | Do R7

Izabela faz aniversário hoje e competiu na final do lançamento do disco nos Jogos de Tóquio

Izabela faz aniversário hoje e competiu na final do lançamento do disco nos Jogos de Tóquio

Diego Azubel/EFE/EPA - 02.08.2021

Primeira mulher brasileira finalista do lançamento do disco nos Jogos Olímpicos de Tóquio, Izabela Rodrigues da Silva, que completa 26 anos nesta segunda-feira (2), não conseguiu ficar entre as oito melhores nas primeiras execuções e ficou de fora da briga por medalha. A atleta acabou na 11ª posição.

As competidoras tiveram três tentativas. Depois dessa etapa, as oito melhores foram para a segunda etapa da final, com mais três lançamentos cada uma.

Na primeira tentativa, Izabela alcançou 60m39, ficando na 9ª posição. No segundo lançamento, ela queimou e caiu para o 10º lugar. Na ocasião, a prova acabou interrompida pela forte chuva que caía na capital japonesa.

No retorno da competição, a brasileira precisava melhorar sua marca com um lançamento de 61m80 para seguir na disputa. Marcou 59m56, ficando na 11º e se despediu da prova. 

A medalha de ouro ficou com a norte-americana Valerie Allman, com 68m98, seguida pela alemã Kristin Pudenz (66m86) e a cubana Yaime Perez (65m72).

Sandra Perkovic, da Croácia (65m01), Liliana Ca (63m93), de Portugal, Kamalpreet Kaur (63m70), da Índia completaram, respectivamente, a lista das oito melhores lançadoras de disco em Tóquio 2020.

Últimas