Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Ginasta de 17 anos que morreu reclamava de fortes dores no peito

Jackelyne Silva sofreu convulsão na sexta passada (11). Atendida, foi liberada e voltou a hospital na quarta, quando teria tido parada cardíaca

Olimpíadas|Mauro Júnior e Luiz Guerra, da RecordTV


A ginasta Jackelyne Silva se apresenta em competição no solo
A ginasta Jackelyne Silva se apresenta em competição no solo

Dias antes de morrer, Jackelyne Soares Gomes da Silva, 17, da ginástica artística, reclamava insistentemente a amigos de fortes dores no peito. 

Leia também

A atleta passou mal na última sexta-feira (11), tendo uma convulsão. Na queda, sofreu forte pancada na cabeça e na região lombar.

Encaminhada a um pronto-socorro na região de Itaquera, na zona leste de São Paulo, Jackelyne foi colocada em observação e medicada com remédios anticonvulsivos.

Na quarta-feira (16), voltou a passar mal. Encaminhada ao hospital, teve nova convulsão e, em seguida, teria tido uma parada cardíaca. Morreu com apenas 17 anos. 

Publicidade

O Pinheiros, clube em que a atleta competia, pediu exames complementares para descobrir a verdadeira causa da morte. O IML (Instituto Médico Legal) ainda não divulgou o laudo oficial.

O velório e enterro aconteceram na manhã desta sexta-feira (18), no Cemitério da Vila Formosa (zona leste de São Paulo).

Publicidade

Apontada por colegas e treinadores como alegre e brincalhona, Jackelyne era vista como uma das revelações da ginástica artística, tendo defendido a seleção brasileira em competições internacionais.

Ginastas se comovem com morte misteriosa de atleta de 17 anos

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.