Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Daniel Alves, multicampeão, chega a 42 títulos com o ouro em Tóquio

Aos 38 anos, o jogador mais vencedor da história do futebol se coloca ainda mais entre os maiores, e com méritos de sobra

Olimpíadas|Pietro Otsuka, do R7

Daniel Alves foi o capitão do Brasil nos Jogos de Tóquio e ergueu seu 42º título na carreira
Daniel Alves foi o capitão do Brasil nos Jogos de Tóquio e ergueu seu 42º título na carreira Daniel Alves foi o capitão do Brasil nos Jogos de Tóquio e ergueu seu 42º título na carreira

Em 16 de junho deste ano, André Jardine anunciou os 18 jogadores que iriam aos Jogos Olímpicos Tóquio 2020. A lista ainda teve mudanças, por conta de jogadores que não puderam atender ao chamado, como Neymar e Pedro, mas um jogador que estava entre os convocados desde o início virou o destaque de uma equipe que brigaria pelo bicampeonato olímpico nos gramados japoneses: Daniel Alves. 

Com a medalha de ouro são 42 títulos ao longo de quase 20 anos de carreira. Alguns companheiros de seleção olímpica nem tinham nascido quando o lateral direito começou no futebol. E aos 38 anos, cabia a ele conduzir e liderar uma equipe jovem, inexperiente, e ansiosa pela oportunidade de vestir as cores do Brasil. Missão dada e cumprida.

Com a camisa 13 nas costas e a faixa de capitão no braço, Daniel Alves jogou todos as partidas como titular, e foi decisivo para a conquista do ouro. Em campo, passou instruções, corrigiu erros de posicionamento e deu tranquilidade nos momentos necessários. Fora dele, ofereceu conselhos da bola e da vida, mas também foi um líder pelo exemplo do grande profissional que é. 

O resultado não poderia ser melhor e coroa uma carreira já tão vitoriosa. O 42º título do jogador é a medalha de ouro em Tóquio 2020, mas além disso, o título olímpico oferece a Daniel Alves de jogar pelo menos mais uma Copa do Mundo pelo Brasil. O jogador estava nos planos de Tite para a Copa América, mas uma lesão o tirou da competição.

Publicidade

Assim como na Copa de 2018, o lateral era cortado por uma lesão. Mas ele não deixou se abalar e abraçou a oportunidade de representar o Brasil nos Jogos Olímpicos. Uma porta se fechou, mas a que se abriu ofereceu um caminho lindo para o jogador trilhar, e ele o fez com muito orgulho, sabendo do desafio que era.

Depois da cereja do bolo na Olimpíada, só falta uma Copa do Mundo no currículo do atleta. Ainda é cedo para pensar nos 23 jogadores que serão chamados para o torneio no Qatar, mas é inegável que, após a conquista do ouro, Daniel Alves ganha força e moral com Tite. É um dos aprovados neste "vestibular" que foram os Jogos Olímpicos. 

Publicidade

Leia também

Confira todos os 41 títulos de Daniel Alves na carreira:

Seleção Brasileira

Publicidade

2x Copa das Confederações (2009 e 2013)

2x Copa América (2007 e 2019)

Jogos Olímpicos Tóquio 2020 (2021)

Bahia 

Copa Nordeste (2002)

Sevilla-ESP

2x Copa da Uefa (2006 e 2007)

Supercopa Europeia (2006)

Copa do Rei da Espanha (2007)

Supercopa Espanhola (2007)

Barcelona-ESP

3x Mundial de Clubes da Fifa (2009, 2011 e 2015)

3x Liga dos Campões da Europa (2009, 2011 e 2015)

3x Supercopa Europeia (2009, 2011 e 2016)

6x Campeonato Espanhol (2009, 2010, 2011, 2013, 2015 e 2016)

4x Copa do Rei da Espanha (2009, 2012, 2015 e 2016)

4x Supercopa Espanhola (2009, 2010, 2011 e 2013)

Juventus-ITA

Campeonato Italiano (2017)

Copa da Itália (2017)

Paris Saint-Germain-FRA

2 Campeonato Francês (2018 e 2019)

Copa da França (2018)

Copa da Liga da França (2018)

Supercopa Francesa (2017)

São Paulo

Campeonato Paulista (2021)

Atletas ganham até R$ 3 milhões ao conquistar medalha de ouro; veja

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.