Esportes Natasha Rosa agradece a Deus por participar da Olimpíada: 'Grande experiência'

Natasha Rosa agradece a Deus por participar da Olimpíada: 'Grande experiência'

A brasileira Nathasha Rosa ficou em nono lugar na prova de 49kg feminino do levantamento de pesos dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020. Em sua primeira participação olímpica, neste sábado, no Fórum Internacional de Tóquio, ela marcou 78kg no arranco e 95kg no arremesso, somando 173kg no total dos dois exercícios.

Com isso, a classificação final do grupo B teve a cubana Ludia Montero Ramos em primeiro, com o total de 178kg, seguida pela dominicana Beatriz Candelario, que somou 176kg. Natasha Rosa foi a terceira colocada e terminou com o total de 173kg. Somando os resultados do grupo A, formado pelas atletas com maior peso de entrada, a pesista brasileira finalizou em nono lugar. A prova foi vencida pela chinesa Hou Zhihui, com 210 kg no total dos dois exercícios.

Nathasha Rosa mostrou-se aliviada e emocionada após a prova. "Para mim, foi uma grande experiência pessoal. Em 2018, tive uma experiência muito forte com Deus, que Ele me faria ir a uma Olimpíada. Então, estar aqui é um cumprimento daquilo que fui me foi prometido. Quando eu vi que poderia perder isso, me doeu muito, ainda mais sendo inocente. Foram meses difíceis, de dúvidas, de buscas intensas. Mas, no final, ver isso se concretizar e sentir e poder viver tudo isso, foi uma experiência sobrenatural", disse.

A brasileira fez questão de lembrar das pessoas que a apoiaram durante a suspensão de pouco mais de um mês imposta pela Agência Mundial de Testagem (ITA, na sigla em inglês), em razão de resultado analítico adverso em uma de suas amostras. A atleta foi inocentada de doping, já que a Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês) entendeu que havia contaminação no frasco de suplemento utilizado pela pesista do Brasil.

"Eu não tenho palavras para mensurar a gratidão que eu sinto por Deus, por todas as pessoas que torceram por mim, que fizeram suas orações. Em especial, ao apoio da Marinha do Brasil, que acreditou, me apoiou e confiou em mim. Sem esse apoio, seria quase impossível prosseguir. Que venham mais Jogos Olímpicos e muitos resultados", vibrou Natasha Rosa.

Últimas