Esportes Mozart pede demissão após derrota para o Tombense e deixa o comando do CSA

Mozart pede demissão após derrota para o Tombense e deixa o comando do CSA

Mozart Santos se reuniu com o diretor executivo Felipe Ximenes na manhã desta segunda-feira e deixou o cargo de treinador do CSA. O auxiliar Denis Iwamura e preparador físico Jackson Schwengber também saíram.

"O CSA agradece ao treinador Mozart, ao auxiliar Denis Iwamura, ao preparador físico Jackson Schwengber e deseja sucesso na sequência de suas carreiras", comunicou o clube em nota oficial.

A decisão pegou muita gente de surpresa, porque Mozart havia dito em entrevista coletiva depois da derrota para o Tombense, por 2 a 1, em Muriaé (MG), que pensou em entregar o cargo, mas resolveu permanecer por causa dos jogadores.

Agora, a diretoria do CSA vai em busca de um novo treinador para a sequência do Campeonato Brasileiro da Série B. Enquanto isso não acontece, o auxiliar fixo Adriano Rodrigues comanda os treinamentos.

Sem vencer há três jogos e perto da zona de rebaixamento da Série B, na 15ª colocação, com 13 pontos, o CSA volta a campo no próximo domingo, quando faz um confronto direto com o penúltimo colocado Guarani, no Brinco de Ouro da Princesa.

Últimas