Esportes Momento e seriedade explicam cortes de jovens do Palmeiras do Mundial

Momento e seriedade explicam cortes de jovens do Palmeiras do Mundial

A lista de inscritos do Palmeiras no Mundial de Clubes não apresenta nomes de atletas cuja ausência no torneio em Abu Dabi era improvável de imaginar até há pouco tempo. O zagueiro Renan e os meio-campistas Gabriel Menino e Patrick de Paula foram cortados pelo técnico Abel Ferreira do grupo que disputa o torneio, a prioridade do clube neste início de temporada.

Dois motivos principais explicam a decisão do treinador português: momento e falta de seriedade no comportamento de alguns jovens do elenco. Há uma semana, Abel, sem citar nomes, havia dito, ao elogiar a conduta de Murilo e Jailson, reforços recém-chegados, que "os mais jovens percebem que tem de haver cada vez menos brincadeira e mais seriedade".

Pois bem, isso pautou a escolha do comandante palmeirense. Pelo comportamento, desempenho e excesso de atletas no meio de campo, ele decidiu cortar Gabriel Menino e Patrick de Paula e inscrever Jailson. Na zaga, Renan tem a seriedade que Abel preza, mas a fase de Murilo é melhor, entende o português. "Quanto ao Renan, neste momento - e o futebol é momento - os que estão em melhor forma são esses quatro", justificou.

Todo os jogadores que compõem o elenco, inclusive os cortados, menos Gabriel Veron, estão nos Emirados Arabes. O treinador salientou, como parte de seu conhecido discurso, que estão "juntos em todos os momentos".

"Hoje foi duro para eles. Mas vamos partilhar essa dor com eles. Aconteça o que acontecer estamos juntos", afirmou. Abel avisou que conversou com os atletas antes de a lista ser divulgada.

Os jovens Vanderlan e Giovani também não integram a relação de inscritos, mas estes já se sabia que não jogariam a competição. Eles só viajaram aos Emirados Árabes Unidos para integrar as vagas deixadas por Piquerez e Veron, contaminados pela covid.

O lateral uruguaio, no entanto, se recuperou e foi inscrito na competição, ao contrário do jovem atacante, que ficou no Brasil. No gol, o garoto Mateus foi chamado para ser o terceiro goleiro, depois que Vinicius Silvestre testou positivo no exame PCR realizado assim que desembarcou em Abu Dabi.

O Palmeiras faz no fim da tarde de segunda-feira (manhã no Brasil) o reconhecimento do gramado do estádio Al Nahyan, onde enfrenta no dia seguinte o Al Ahly, do Egito, às 13h30 (de Brasília) pela semifinal do Mundial. Na sequência da atividade Abel Ferreira e um atleta darão entrevista coletiva.

Últimas