Esportes Modelo revela complô contra Djokovic: 'Muito dinheiro para seduzi-lo e gravá-lo'

Modelo revela complô contra Djokovic: 'Muito dinheiro para seduzi-lo e gravá-lo'

A modelo sérvia Natalija Scekic revelou que foi procurada por um homem para prejudicar a carreira do sérvio Novak Djokovic, estrela do tênis e atual número 1 do mundo no ranking da ATP. Segundo Scekic, um empresário lhe ofereceu 60 mil euros (cerca de R$ 365 mil na cotação atual) para seduzir e gravar o atleta.

"Me ofereceram muito dinheiro para seduzi-lo e gravá-lo. Me deram 60 mil euros. O plano era afundar a reputação de Djokovic e enfraquecer o casamento dele", contou a modelo com exclusividade à revista semanal Svet i Scandal. Scekic deu diversos detalhes sobre como se desenrolaram os acontecimentos, contando que aceitou se encontrar com o homem porque o conhecia com antecedência e o considerava um homem sério, achando que seria uma reunião de negócios.

"Achei que tivesse uma câmera escondida quando ele me disse que eu tinha que seduzir Novak e gravá-lo, mas que eu não me preocupasse porque ele cuidava dessas coisas. Ele me disse que eu poderia conseguir cerca de 60 mil euros por isso e uma viagem para onde eu quisesse. Eu ri, esperando que ele dissesse que era uma piada, mas o homem era muito sério. Eu me senti muito ofendida e humilhada", afirmou Scekic.

Segundo ela, teve vontade de agredir o homem que lhe fizera a oferta, mas se conteve por estar em um local público. Depois, ela decidiu vir a público como uma forma de evitar prejuízos à imagem de Djokovic. "Não quero que ele encontre uma garota que queira fazer isso porque não é justo com Novak. Ele é o nosso melhor embaixador, um homem exemplar e de família. Não é justo que alguém o seduza por dinheiro ou pelo menos tente", disse.

Djokovic vive grande fase dentro das quadras: venceu o primeiro Grand Slam do ano, o Aberto da Austrália, e recentemente se tornou o tenista a passar mais semanas como líder do ranking da ATP.

Últimas