Esportes Michael e Pepê pegam o Macaé para mostrar que podem jogar mais no Flamengo

Michael e Pepê pegam o Macaé para mostrar que podem jogar mais no Flamengo

Rogério Ceni sempre exigiu que o Flamengo se esforçasse para segurar Pepê. Ao mesmo tempo, demonstrava bastante confiança no futebol de Michael. O treinador e os titulares na campanha do título estão em férias, enquanto os reservas querem mostrar serviço. A dupla tem chance, às 18 horas deste sábado, no Maracanã, de iniciar a luta para convencer o comandante que podem ser utilizado mais vezes nas partidas. Eles estreiam no Carioca na partida diante do Macaé.

Pepê é um meia forte que não tem medo de chutar a gol. Ausência na vitória da estreia, contra o Nova Iguaçu, está com enorme gana de começar um jogo para mostrar que o técnico tinha razão em exigir sua permanência. Mesmo com Maurício Souza no comando do time. Sabe que as informações sobre seu desempenho serão repassadas a Ceni.

Michael fez gol na final do Carioca contra o Fluminense e já não precisa provar seu valor. Mesmo assim, acha que pode melhorar em relação ao apresentado na temporada passada. O atacante perdeu a briga para ser o 12.° jogador para Vitinho e tenta resgatar o prestígio.

Como o Flamengo terá mais uma temporada pesada pela frente, com alto número de jogos, o elenco vai rodar bastante e todos devem ser bem usados. Pepê e Michael sabem bem disso. E querem atuar com mais frequência.

Na busca pela segunda vitória seguida, o atual campeão terá três mudanças em relação à estreia. Além de Michael e Pepê, o volante Hugo Moura também será novidade. Daniel Cabral, Yuri de Oliveira e Lázaro saíram da formação que derrotou o Nova Iguaçu por 1 a 0.

Mesmo com mando do Macaé, o jogo foi transferido do Moacyrzão para o Maracanã, em comum acordo entre as diretorias. Ou seja, o Flamengo jogará novamente em "casa" para tentar uma segunda vitória menos sofrida. Na estreia, o triunfo por 1 a 0 veio com chutaço de Max no último minuto.

Adversário do Flamengo, o Macaé perdeu na estreia para o Bangu, por 1 a 0. E tentará superar o retrospecto negativo diante da equipe rubro-negra, a qual só derrotou uma vez, em 2018, em um total de 12 confrontos.

Últimas