Mesmo com goleada, São Paulo reclama de mais um erro de arbitragem no Paulistão

O São Paulo reclamou de mais um erro de arbitragem no Campeonato Paulista. Quando o duelo estava 1 a 0 para o time do Morumbi contra o Oeste (terminou 4 a 0), aos 45 minutos do primeiro tempo, Igor Gomes tentou aproveitar o cruzamento de Antony da direita e acabou sendo derrubado por Lídio dentro da área. O juiz nada marcou.

"Para mim foi pênalti de novo. Eu estava na jogada, ia dominar a bola e ele deu o carrinho. Mas não gosto de falar muito de arbitragem", lamentou Igor Gomes, reclamando de Raphael Claus, que pouco depois apitou o final da primeira etapa e ao sair do campo foi bastante xingado por torcedores do São Paulo presentes à Arena Barueri.

A diretoria do São Paulo já protocolou duas reclamações formais na Federação Paulista de Futebol (FPF) contra a arbitragem no Paulistão. A principal delas foi contra a atuação de Flávio Roberto Mineiro Ribeiro, que anulou dois gols legítimos de Pato e deixou de marcar dois pênaltis para a equipe no empate por 1 a 1 com o Novorizontino. A atuação catastrófica do árbitro fez com que ele fosse afastado temporariamente para passar por processo de reciclagem.

Já contra o Corinthians, no empate sem gols, o juiz Douglas Marques das Flores não marcou um pênalti de Camacho em cima de Igor Gomes nos acréscimos. Na ocasião, dirigentes como Raí e Lugano reclamaram muito da atuação.

Por causa de toda polêmica, e por ter escalado um juiz menos experiente no clássico que foi disputado no Morumbi, a FPF colocou um de seus principais nomes do quadro de arbitragem, Raphael Claus, para tentar diminuir as reclamações tricolores e evitar novos erros para um time que está se considerando prejudicado no Paulistão.