Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Mbappé vai ao Parque dos Príncipes e vê PSG empatar sem Neymar na estreia do Francês

O PSG estreou no Campeonato Francês neste sábado, com um time muito diferente daquele que os torcedores se acostumaram a ver na temporada...

|

O PSG estreou no Campeonato Francês neste sábado, com um time muito diferente daquele que os torcedores se acostumaram a ver na temporada passada, e empatou sem gols com o Lorient, no Parque dos Príncipes. Do trio Messi, Neymar e Mbappé, apenas o francês estava no Parque dos Príncipes, mas na arquibancada. O argentino está longe faz tempo, desde junho, e tem desfilado seu futebol nos Estados Unidos, com a camisa do Inter Miami. Já o brasileiro, que negocia sua liberação para voltar ao Barcelona, mas ainda está vinculado ao clube parisiense, não apareceu no estádio.

Embora esteja treinando normalmente com o grupo principal do PSG, Neymar vem sendo colocado pela imprensa francesa como um nome definitivamente fora dos planos para a atual temporada. Não ter sido relacionado para o jogo deste final de semana corrobora com tais relatos. No caso de Mbappé, houve certa surpresa com sua presença no Parque dos Príncipes, pois, diferentemente do companheiro brasileiro, ele está afastado e treina separadamente, em horários alternativos.

Há um cenário de tensão no clube, pois o astro francês, alvo do Real Madrid, não quis ativar a cláusula de renovação automática em seu contrato e também recusou uma oferta com novos valores para ampliar o vínculo. Com isso, o compromisso dele com o PSG termina no meio de 2024. Antes disso, no final deste ano, poderá assinar pré-contrato com qualquer clube, por isso a diretoria parisiense quer negociá-lo na atual janela de transferências.

Com Neymar e Mbappé próximos de ficarem no passado, assim como ocorreu com Messi, o time de Paris teve muitas novidades, começando pela presença do técnico Luís Enrique, substituto de Christophe Galtier, no banco de reservas. Em seu primeiro jogo oficial, após vencer apenas um de quatro jogos do período de pré-temporada na Ásia, o ex-treinador da seleção espanhola escalou como titulares os reforços contratados na atual janela de transferências.

Continua após a publicidade

A defesa teve o zagueiro Skriniar e o lateral-esquerdo Lucas Hernández, que vieram da Inter de Milão e do Bayern de Munique, respectivamente. O volante Ugarte, ex-Sporting, foi a novidade no meio de campo, enquanto Asensio, ex-Real Madrid, formou um novíssimo trio de ataque com Gonçalo Ramos, ex-Benfica, e Lee Kang-in, ex-Mallorca.

O PSG concentrou suas ações pelo lado direito no início do jogo. Hakimi subiu bastante para o ataque e teve algumas interações interessantes com Lee. Enquanto isso, Gonçalo Ramos mostrava bom posicionamento para receber a bola em condição de finalizar ou tabelar com os companheiros. Com o passar da tempo, Hernández passou a apoiar mais e ajudou na criação pelo lado esquerdo, mas nada foi suficiente para tirar o zero do placar.

Antes do intervalo, o Lorient criou uma chance melhor que todas as geradas pelo PSG, quando Abergel acertou a trave de Donnarumma. Na volta para o segundo tempo, o time parisiense estava acelerado, mas sem criatividade. Mesmo assim, teve algumas oportunidades, todas mal concluídas. Apesar da posse de bola massiva, parou na boa marcação dos adversários e encerrou a partida colocando algumas dúvidas na cabeça dos torcedores.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.