Mais Esportes Tati perde para pentacampeã e é vice do Mundial de Surfe

Tati perde para pentacampeã e é vice do Mundial de Surfe

Brasileira foi derrotada pela lenda Carissa Moore, dos Estados Unidos, que chegou ao quinto título nas águas de Trestle, na Califórnia

  • Mais Esportes | Pietro Otsuka, do R7

Não deu para Tatiana Weston-Webb. Brasileira perdeu para Carissa Moore na final do Mundial de Surfe

Não deu para Tatiana Weston-Webb. Brasileira perdeu para Carissa Moore na final do Mundial de Surfe

Lisi Niesner/Reuters 25.07.21

Tatiana Weston-Webb perdeu para a americana Carissa Moore e ficou com o vice-campeonato na Liga Mundial de Surfe (WSL, na sigla em inglês). A brasileira poderia se tornar a primeira brasileira a erguer um título mundial, mas a rival foi implacável nas duas últimas baterias e conquistou o penta nas águas de Trestle, na Califórnia.

Na semifinal, Weston-Webb bateu a australiana Sally Fitzgibbons e avançou para a grande decisão. Carissa Moore, por ser a primeira colocada no ranking, já estava garantida na final. A última disputa foi dividida em três baterias, de 35 minutos cada. Na primeira, a brasileira venceu apertado, fazendo somatória de 14.26, contra 14.06 da havaiana. 

Na segunda bateria, a rival da brasileira voltou com tudo. Carissa logo de cara abriu 14.76 contra 1.33, e administrou a vantagem ao longo dos 35 minutos. Tatiana até diminuiu a diferença, mas a americana saiu vencedora com somatória de 17.26, contra 15.60. Na última bateria, a americana foi impecável e garantiu 16.60 pontos no total. Já a brasileira fez 14.20. 

Formato inédito

A final da competição teve um novo formato. Gabriel Medina e Carissa Moore, os primeiros colocados no ranking, já estavam garantidos na final, que foi disputada em uma série de três baterias. Tatiana Weston-Webb e Filipe Toledo entraram nas chaves de acordo com os pontos obtidos nas classificações.

Filipinho entrou na terceira chave e venceu Conner Coffin, dos Estados Unidos, e o compatriota Ítalo Ferreira, número 2 do ranking e campeão olímpico. Já Tatiana entrou direto na semifinal e Sally Fitzgibbons, da Austrália. 

Cochilos revigorantes: Conheça segredo do sucesso de CR7

Últimas