Raikkonen mantém opinião e volta a minimizar acidente com Bottas

Duas semanas depois, os finlandeses Kimi Raikkonen e Valtteri Bottas mantêm suas opiniões sobre o acidente que protagonizaram na volta final do GP da Rússia de Fórmula 1. Punido por ter sido considerado o culpado pelo incidente, o piloto da Ferrari voltou a minimizar a manobra que tirou o rival da Williams da prova.

"Minha opinião não mudou. Claro que houve várias discussões e uma penalidade aplicada a mim. Eu farei o mesmo amanhã novamente. Isso não muda a história. Assim é a vida, assim é o automobilismo. Não me sinto mal por isso. Para mim, está tudo OK", declarou Raikkonen, que caiu do quinto para o oitavo lugar na corrida russa, por causa da punição sofrida pelos comissários da prova.

No momento da batida, Raikkonen tentava ultrapassar Bottas em busca do terceiro lugar e da vaga no pódio. Ansioso, acabou acertando em cheio o carro da Williams ao tentar passar por dentro na Curva 4. Bottas acabou levando a pior. Ele não conseguiu voltar para a pista e perdeu o pódio e os pontos da prova.

"Para mim, segue a mesma coisa. Foi um bom fim de semana até a última volta. Então é claro que foi decepcionante perder aqueles pontos. Mas minha opinião não mudou. Eu não faria nada diferente e isso agora é história. Estou 100% pronto para seguir em frente", comentou Bottas, companheiro do brasileiro Felipe Massa na Williams.