Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Nadal diz que Djokovic é o melhor tenista da história: 'Não há nada a discutir sobre isso'

Tenista espanhol tem enfrentado lesões e, como disputou apenas o Aberto da Austrália em 2023, viu o sérvio ultrapassar recorde

Mais Esportes|Do R7

Djokovic ultrapassou o recorde de Nadal em número de Grand Slams
Djokovic ultrapassou o recorde de Nadal em número de Grand Slams Djokovic ultrapassou o recorde de Nadal em número de Grand Slams

Rafael Nadal conquistou o último título de Grand Slam da carreira com uma vitória sobre Novak Djokovic na final de Roland Garros em 2022. Mas, com a vitória no US Ope, o sérvio ultrapassou a impressionante marca de maior número de títulos de Slams no tênis masculino, e o espanhol admitiu que o rival é o melhor jogador da história.

A recente vitória de Djokovic no Aberto dos Estados Unidos, seu terceiro título de Grand Slam neste ano, elevou a contagem para 24, dois à frente do total de Nadal. "Acredito que números são números e estatísticas são estatísticas. Nesse sentido, acho que ele [Djokovic] tem números melhores que os meus e isso é indiscutível", disse Nadal em uma entrevista ao jornal espanhol "AS" publicada nesta quarta-feira (20).

· Compartilhe esta notícia pelo Whatsapp

· Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Publicidade

"Essa é a verdade. O resto são gostos, inspirações, sensações que um ou outro pode transmitir a você, que você pode gostar mais de um ou de outro", disse o espanhol. "Acho que, com relação aos títulos, Djokovic é o melhor da história e não há nada a discutir sobre isso."

Nadal tem sofrido com lesões nos últimos anos, tendo atuado pela última vez no Aberto da Austrália em janeiro. No entanto, ele não quer que isso seja usado como desculpa. "Como sempre, todos podem ver a história como quiserem, dizendo que sofri muitas lesões. Azar meu ou azar o fato de eu ter meu corpo desse jeito", disse ele.

Publicidade

Nadal, de 37 anos, também falou sobre seu compatriota Carlos Alcaraz, vencedor de Wimbledon deste ano. "Ele era o número um do mundo até recentemente. Embora seja muito jovem no momento, praticamente o único rival que vejo para ele é Djokovic", disse Nadal.

Apesar de perder o recorde de títulos de Grand Slams para o atual número um do mundo, Nadal está mais do que satisfeito com o que conquistou em sua carreira até o momento. "Eu disse isso quando era eu quem tinha o maior número de Grand Slams, disse isso quando estávamos empatados e digo isso agora que estou atrás. Não vou ser aquele que tenta, por meio de uma luta pessoal, querer ser o que não sou", disse. "O que é, é. E o que não é, não é. Digo isso, estou muito satisfeito com tudo o que fiz."

Fim de uma era! Rafael Nadal não está entre os 10 melhores tenistas do mundo após 17 anos

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.