Lateral do PSG é detido em Paris após discussão com policial

Pivô da maior polêmica da temporada no PSG, Serge Aurier está mais uma vez envolvido em confusão. O defensor natural da Costa do Marfim foi detido na madrugada desta segunda-feira em Paris depois de discutir com um policial. Em fevereiro, o zagueiro ficou seis semanas suspenso no clube depois ofender seu próprio técnico em um vídeo publicado em uma rede social.

De acordo com um policial que falou à agência de notícias The Associated Press em condição de anonimato, Aurier foi preso por volta das 5h50 locais em Paris, depois de passar a noite em uma casa noturna na região nobre da Champs-Elysées. Segundo esse policial, o zagueiro foi levado à prisão por "usar violência contra um agente de polícia".

O PSG emitiu breve comunicado afirmando que vai esperar maiores informações para fazer qualquer comentário sobre o incidente, lembrando que ele não ocorreu durante período de competição. A temporada já acabou não só para o clube parisiense, como em todo o futebol europeu interclubes.

Em 14 de fevereiro, três dias antes do confronto de ida diante do Chelsea pelas oitavas de final da Liga dos Campeões, Aurier participou de um bate-papo por vídeo com seguidores do Twitter e ofendeu o técnico Laurent Blanc e criticou companheiros como Ángel Di María e Zlatan Ibrahimovic.

O vídeo, disponível na internet, foi produzido partir do site 'Periscope', de transmissão de vídeos online (streaming). Acompanhado de um amigo, Aurier respondia perguntas dos seguidores. Ao falar de Blanc, disse que o treinador é "uma bicha" e que "pega nos testículos" de Ibrahimovic e de todas as estrelas do time. O argentino Di Maria foi chamado "marionete" por Aurier, que ainda questionou a liderança de Ibrahimovic.