Mais Esportes Esperado retorno de Tyson será em "luta" contra tubarão branco

Esperado retorno de Tyson será em "luta" contra tubarão branco

Ele será protagonista em um programa de TV, no próximo dia 9 de agosto, e tem buscado no marketing uma forma de reconstruir sua imagem

  • Mais Esportes | Do R7

O ex-campeão mundial dos pesos pesados, Mike Tyson, 52 anos, vai realmente voltar a lutar. Mas o primeiro adversário não será Evander Holyfield ou Jon Jones, conforme se especulava.

Leia mais: 'Tyson não é meu amigo, mas temos objetivos em comum', diz Holyfield

Será um tubarão branco, em programa especial do canal Discovery Channel, no próximo dia 9 de agosto, durante a "Semana dos Tubarões".

Na chamada para o evento, Tyson interpreta com talento e bom humor o seu próprio personagem. Enquanto há dúvidas sobre a sua real condição como boxeador, ficou a certeza de que ele tem qualidades de um bom ator.

Com descontração, utiliza sacadas irônicas ao tentar, com seus "pulmões de aço" encher um imenso balão, em cenas filmadas em uma praia. É chamado de o "homem mais maldoso do mundo" e o narrador destaca que ele "está de volta".

A questão é que não se sabe de que maneira a luta ocorrerá. Nem se o temível adversário dos mares é real ou simbólico.

No auge da carreira, era Tyson a personificação de um tubarão. Fazia do adversário sua presa e, por mais que o oponente se preparasse, o surpreendia com golpes rápidos e definitivos.

Conquistou o título de campeão mundial da categoria em 2 de novembro de 1986, na histórica luta contra Trevor Berbick, pelo  Conselho Mundial de Boxe.

E manteve o título até 10 de fevereiro de 1990. Em 1987, ele unificou os cinturões, conquistando o título pela Federação Internacional de Boxe e a Associação Mundial de Boxe.

Veja também: Jogador de futebol vira feirante após ter contrato encerrado na pandemia

Mas, com o tempo, Tyson foi se desestimulando e perdendo a forma. Deixou de treinar com intensidade. E então, mudou de lado. Passou a ser o alvo dos adversários.

Em suas 58 lutas, venceu 50 (44 por nocaute), perdeu seis e duas não tiveram resultado definido.

Sua última luta como profissional ocorreu em 11 de junho de 2005, quando ele perdeu por nocaute técnico para Kevin McBride.

Esta luta, portanto, pode ser um reencontro. Com o que um dia ele já foi. E de "Rei dos Ringues", Tyson poderá conquistar, por meio do marketing, o cinturão de "Rei dos Sete Mares".

Ver essa foto no Instagram

Tyson vs. Jaws on August 9th for @discovery #sharkweek

Uma publicação compartilhada por Mike Tyson (@miketyson) em

Últimas